Tradução: Henrique Pizzolato, Não à extradição para o Brasil do banqueiro condenado.

ll Fatto Cotidiano  jornal italiano sobre liberação de Pizzolato  na Corte em Bolonha  para  @stanleyburburin


O ex-chefe do Banco do Brasil, condenado em casa 12 anos e 7 meses no escândalo " Mensalao " ( Tangentopoli brasileiro--nota tradução: Tangentopolli foi um escandalo italiano que eles citam com intuito de se fazer compreeender o caso ) e ex- fugitivo permanecerá na Itália
29 de outubro de 2014

Mais informações : tags Brasil, corrupção, desvio


Henrique Pizzolato permanecerá na Itália. Os juízes do Tribunal de Apelação de Bolonha rejeitou o pedido do Estado brasileiro de extradição p/ o ex-chefe do Banco do Brasil, condenado em casa 12 anos e 7 meses no escândalo ' Mensalão ' e preso em fevereiro, em Maranello (Modena ).O governo brasileiro vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal ( Corte d'Assise d'Appello em Itália ) contra a decisão . As acusações contra Pizzolato são corrupção , peculato e lavagem de dinheiro. A decisão foi comunicada pelo advogado representante do Brasil , Michele Gentiloni , acrescentando que, pelos motivos  temos que esperar 15 dias. Henrique Pizzolato foi apresentado  pelo Tribunal de Apelação de Bolonha, em uma van da polícia carcerária."É muito transtornado - disse o defensor do ex-banqueiro ,  Alexander Sivelli de Modena, os repórteres perguntaram como ele reagiu à decisão dos juízes - tb pq ele foi libertado da prisão imediatamente " . que rejeitaram o pedido de extradição do Brasil Henrique Pizzolato , condenado no julgamento do chamado Mensalão , Tangentopoli brasileira (veja nota da tradução acima )

Sivelli resumiu os argumentos apresentados pela defesa contra a extradição . Em primeiro lugar, o fato de que no Brasil " não deveria ter tido  julgamento perante o Supremo Tribunal ", mas um processo "comum assim como os outros réus que não tinham cargo público ". depois , " a violação dos dois níveis de jurisdição " e " o fato de que a ele não foi consentido apresentar provas do inquérito paralelo" . Finalmente, provavelmente decisivo , de acordo com a defesa , " o problema das prisões , pq o outro lado não tem sido capaz de refutar os nossos documentos . " A referência é a falta de garantia de respeito aos direitos humanos nas prisões brasileiras , apresentadas pela defesa. Do jornal IlFattoQuotidiano.it     aqui original :http://www.ilfattoquotidiano.it/2014/10/29/henrique-pizzolato-alles... (nota particular da tradutora : acusado foi liberado sumariamante isto é um sinal que a Corte concorda com a proposição da defesa caso caso contrário ele sairia preso de lá o q nao ocorreu . O tribunal só dará a decisão em 15 dias , que provavelmente será publicada na íntegra .

Exibições: 116

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }