Escritor peruano está no país para fórum sobre liberdade e propriedade privada. Segundo o fórum, ele ficou retido por cerca de duas horas no aeroporto e depois foi escoltado pela polícia até seu hotel.
O escritor, peruano de nascimento, e espanhol desde 1990 ficou detido nesta quarta-feira (27/5/09) pelas autoridades aeroportuárias da Venezuela, aonde chegou para, nos próximos dias, participar de um fórum sobre liberdade e propriedade privada, informou a imprensa local.
Vargas chegou às 13h30 ao aeroporto internacional de Maiquetía, perto de Caracas, procedente da Colômbia em companhia de sua mulher. Até pelo menos às 14h40, e inclusive depois disso, ele permanecia nessas instalações segundo a imprensa local.
As autoridades do aeroporto retiveram o seu passaporte e anunciaram que funcionários da DISIP, a polícia política de Chávez, o escoltariam até o hotel onde ficará durante a sua permanência no país.
Álvaro Vargas Llosa, filho do escritor, também ficou retido durante várias horas pelas autoridades aeroportuárias na segunda-feira passada, quando chegou à Venezuela para participar do mesmo fórum.
Mario Vargas celebrizou-se com "Redobles por Rancas", mas embora tenha sido lembrado várias vezes, ainda não recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Ele disse na ocasião que foi advertido para não opinar sobre assuntos políticos internos na sua condição de visitante estrangeiro.
Fonte: Domitila Madureira, a partir de notícias da EFE e da AP publicadas em 27/05/09 na grande rede.

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Links Patrocinados

Cine História

Sobrevivente

Chega aos cinemas o filme islandês "Sobrevivente", de Baltasar Kormákur. 

Sinopse: Durante o inverno de 1984, um barco pesqueiro naufraga no Atlântico Norte, nas proximidades da Islândia. Os tripulantes tentam sobreviver, mas as águas geladas impedem que essa tarefa seja facilmente concluída, restando apenas Gulli (Ólafur Darri Ólafsson), um homem bom, de fé, querido por todos, e com uma vontade de viver inacreditável. Após nadar por cerca de seis horas e enfrentar vários percalços, ele consegue contato com a civilização. Após a incrível experiência vivida, Gulli terá ainda que viver com a dor da perda dos amigos e, pior, a incredulidade de todos, que não entendem ele ter sobrevivido a uma situação tão extrema e insistem em fazer testes para saber como isso pode ter acontecido. Baseado em fatos reais.

documento histórico

Guerra do Paraguai: Prédios paraguaios após a Guerra do Paraguai s.l., [186-]. Arquivo Polidoro da Fonseca Quintanilha Jordão. Fonte: Arquivo Nacional

Conteúdo da semana

Leituras da escravidão: O mini-documentário 'Leituras da Escravidão' aborda a escravidão na província do Paraná através do relato de estudantes de História da Universidade Federal do Paraná, que pesquisam o tema em processos judiciais do século XIX no Arquivo Público do Paraná

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }