Escritor peruano está no país para fórum sobre liberdade e propriedade privada. Segundo o fórum, ele ficou retido por cerca de duas horas no aeroporto e depois foi escoltado pela polícia até seu hotel.
O escritor, peruano de nascimento, e espanhol desde 1990 ficou detido nesta quarta-feira (27/5/09) pelas autoridades aeroportuárias da Venezuela, aonde chegou para, nos próximos dias, participar de um fórum sobre liberdade e propriedade privada, informou a imprensa local.
Vargas chegou às 13h30 ao aeroporto internacional de Maiquetía, perto de Caracas, procedente da Colômbia em companhia de sua mulher. Até pelo menos às 14h40, e inclusive depois disso, ele permanecia nessas instalações segundo a imprensa local.
As autoridades do aeroporto retiveram o seu passaporte e anunciaram que funcionários da DISIP, a polícia política de Chávez, o escoltariam até o hotel onde ficará durante a sua permanência no país.
Álvaro Vargas Llosa, filho do escritor, também ficou retido durante várias horas pelas autoridades aeroportuárias na segunda-feira passada, quando chegou à Venezuela para participar do mesmo fórum.
Mario Vargas celebrizou-se com "Redobles por Rancas", mas embora tenha sido lembrado várias vezes, ainda não recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Ele disse na ocasião que foi advertido para não opinar sobre assuntos políticos internos na sua condição de visitante estrangeiro.
Fonte: Domitila Madureira, a partir de notícias da EFE e da AP publicadas em 27/05/09 na grande rede.

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Links Patrocinados

Cine História

Era uma vez em Nova York

Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o filme "Era uma vez em Nova York", do diretor James Gray ("Amantes", "Os Donos da Noite").

Sinopse: Em 1921, as irmãs polonesas Magda (Angela Sarafyan) e Ewa Cybulski (Marion Cotillard) partem em direção a Nova Iorque, em busca de uma vida melhor. Mas, assim que chegam, Magda fica doente e Ewa, sem ter a quem recorrer, acaba nas mãos do cafetão Bruno (Joaquin Phoenix), que a explora em uma rede de prostituição. A chegada de Orlando (Jeremy Renner), mágico e primo de Bruno, mostra um novo amor e um novo caminho para Ewa, mas o ciúme do cafetão acaba provocando uma tragédia.

café história acadêmico

Maquiavel: confira na íntegra a dissertação "O Fantasma de Maquiavel: Antimaquiavelismo e razão de Estado no pensamento político ibérico do século XVI", defendida por Bruno Silva de Souza, Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }