Gráfico da miséria brasileira e a concentração de renda

“Uma direita sem proposta e uma esquerda sem vergonha, é o que temos no Brasil.” [Raymundo Araujo Filho em 19DEZ2011]
 _____________________________

A paisagem da Barra da Tijuca, com a favela Rio das Pedras em primeiro plano, no olhar do premiado fotógrafo Luiz Morier, é o gráfico exato da miséria, da concentração de renda e da falência de um sistema que permite a coexistência, em uma mesma cena, da miséria humana e do crime ambiental cometido por pobres e ricos. Ambos lançam seus esgotos sem tratamento nas lagoas de Marapendi. Ambos convivem com a degradação do solo, do ar, das águas e da capacidade humana de se indignar.

 _____________________________ 

Fotograia de Luiz Morier de Dezembro 2012

Fonte: Correio do Brasil

Exibições: 75

Tags: BarraDaTijuca, ConcentraçãDeRenda, DegradaçãoAmbiental, LuizMorier, MeioAmbiente, Morier, RioDejaneiro, fotografia, miséria

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

Cine História

Noites brancas no píer

Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o filme francês “Noites brancas no píer”, de Paul Vecchiali. 

Sinopse: No píer de uma cidade portuária, uma jovem mulher espera o homem de sua vida. Todos os dias, um homem, que está passando por um período sabático, caminha pela região. Depois de quatro noites, eles começam a conversar. Ele se apaixona pela mulher, mas precisa ir embora da cidade. Além disso, o homem que ele tanto esperava, aparece.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Parceria: NIEJ-UFRJ

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }