O Café História mudou de endereço, plataforma e identidade visual. Clique aqui para conhecer o novo Café História. Nós deixamos de ser uma rede social e somos agora um portal totalmente voltado para a divulgação de história. Nossa principal missão é divulgar o conhecimento histórico produzido nas universidades: para o grande público e para o meio acadêmico. Para entender melhor a mudança, clique aqui. E atenção: o antigo Café História (www.cafehistoria.ning.com) permanecerá online somente até o dia 2 de abril de 2017. Depois disso, todo o seu conteúdo será apagado, inclusive perfis e blogs. Tem algum conteúdo que você queira salvar e não sabe como? Nós temos uma sugestão. Clique aqui e leia o texto até o final. Esperamos contar com você como leitor do novo Café História!

Assine o novo Boletim Café História - receba em seu e-mail nossas novidades

Toda semana nós enviamos um e-mail com as novidades no campo da história e ciências humanas. Quer receber o nosso Boletim Café História? É bem fácil!

Arquivo Café História | Vida e Obra de Sigmund Freud

Vida e Obra de Sigmund Freud 

Instituições ajudam a contar a história do homem que mudou para sempre a compreensão da mente humana

"Freud explica". A frase, que virou bordão desde meados do ultimo século, pode não ser totalmente verdadeira, mas certamente serve ainda hoje para ilustrar a incrível força histórica de seu sujeito na cultura ocidental: Sigmund Schlomo Freud.

Nascido na cidade de Freiberg (hoje Morávia) em 1854, Freud é considerado o pai da psicanálise, campo clínico, intelectual e de pesquisa que revolucionou o estudo da mente humana na primeira metade do século XX. Passando boa parte de sua vida em uma Viena fin-de-siècle, onde conviviam alguns dos mais importantes intelectuais, acadêmicos, artistas, escritores e cientistas da época, Freud tornou-se famoso ao escrever obras e definir conceitos que mudariam não só os paradigmas da psicologia, mas de todas as ciências então estabelecidas. É o caso do “inconsciente”, das “lembranças encobridoras” ou do “complexo de Édipo”, idéias que podem ser compreendidas através de leituras de obras hoje clássicas, como “Cinco Lições de Psicanálise”, “Totem e Tabu”, “O Mal-Estar na civilização”, “A Interpretação dos Sonhos”, dentre outros.

Freud morreu em Londres, em 23 de setembro de 1939, pouco depois de deixar a Áustria, então ocupada pelos nazistas. Suas idéias, entretanto, continuam sendo fundamentais para aqueles que lidam com o desafio de se compreender a psique do homem, seus enigmas e idiossincrasias. Prova disso são as instituições dedicadas ao intelectual. O Café História destaca duas dessas instituições para os seus leitores.

A primeira é o "Sigmund Freud Archives". Trata-se de uma organização totalmente independente, fundada em 1951, dedicada a coletar, conservar e disponibilizar tanto os estudos acadêmicos quanto os documentos pertencentes a Freud: correspondências, fotografias, discos, memorabília etc. Todos os documentos são liberados e protegidos para consulta. Os pedidos podem ser encaminhados para a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que mantém a Coleção de Freud. No site, é possível ter outras informações e acesso a parte do acervo.

A segunda indicação do Café História refere-se ao site "The Freud Museum London". O site é uma boa opção para quem deseja conhecer mais sobre a vida de Freud no exílio, em Londres. Há fotos, documentos e informações exclusivas para educadores. Tanto nos "Sigmund Freud Archives" (http://www.freudarchives.org/) quanto o "The Freud Museum London" (http://www.freud.org.uk/) encontram-se em língua inglesa.

Aproveite, acesse e descubra mais deste verdadeiro explorador do maior mistério da história: a mente humana.

Exibições: 1573

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Boletim Café História

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }