Arquivo Café História | Vida e Obra de Sigmund Freud

Vida e Obra de Sigmund Freud 

Instituições ajudam a contar a história do homem que mudou para sempre a compreensão da mente humana

"Freud explica". A frase, que virou bordão desde meados do ultimo século, pode não ser totalmente verdadeira, mas certamente serve ainda hoje para ilustrar a incrível força histórica de seu sujeito na cultura ocidental: Sigmund Schlomo Freud.

Nascido na cidade de Freiberg (hoje Morávia) em 1854, Freud é considerado o pai da psicanálise, campo clínico, intelectual e de pesquisa que revolucionou o estudo da mente humana na primeira metade do século XX. Passando boa parte de sua vida em uma Viena fin-de-siècle, onde conviviam alguns dos mais importantes intelectuais, acadêmicos, artistas, escritores e cientistas da época, Freud tornou-se famoso ao escrever obras e definir conceitos que mudariam não só os paradigmas da psicologia, mas de todas as ciências então estabelecidas. É o caso do “inconsciente”, das “lembranças encobridoras” ou do “complexo de Édipo”, idéias que podem ser compreendidas através de leituras de obras hoje clássicas, como “Cinco Lições de Psicanálise”, “Totem e Tabu”, “O Mal-Estar na civilização”, “A Interpretação dos Sonhos”, dentre outros.

Freud morreu em Londres, em 23 de setembro de 1939, pouco depois de deixar a Áustria, então ocupada pelos nazistas. Suas idéias, entretanto, continuam sendo fundamentais para aqueles que lidam com o desafio de se compreender a psique do homem, seus enigmas e idiossincrasias. Prova disso são as instituições dedicadas ao intelectual. O Café História destaca duas dessas instituições para os seus leitores.

A primeira é o "Sigmund Freud Archives". Trata-se de uma organização totalmente independente, fundada em 1951, dedicada a coletar, conservar e disponibilizar tanto os estudos acadêmicos quanto os documentos pertencentes a Freud: correspondências, fotografias, discos, memorabília etc. Todos os documentos são liberados e protegidos para consulta. Os pedidos podem ser encaminhados para a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que mantém a Coleção de Freud. No site, é possível ter outras informações e acesso a parte do acervo.

A segunda indicação do Café História refere-se ao site "The Freud Museum London". O site é uma boa opção para quem deseja conhecer mais sobre a vida de Freud no exílio, em Londres. Há fotos, documentos e informações exclusivas para educadores. Tanto nos "Sigmund Freud Archives" (http://www.freudarchives.org/) quanto o "The Freud Museum London" (http://www.freud.org.uk/) encontram-se em língua inglesa.

Aproveite, acesse e descubra mais deste verdadeiro explorador do maior mistério da história: a mente humana.

Exibições: 1327

Tags: biografia, freud, psicanálise, viena

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

Ditadura e D.Pedro 1: A ditadura Militar reabilitou D.Pedro I. É o que afirma a historiadora Janaína Cordeiro, que acaba de lançar o livro “A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento”, pela FGV. Confira a entrevista com Cordeiro, acima.  

Cine História

Mapa para as estrelas

Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o elogiado “Mapa para as estrelas”, de David Cronenberg (“Cosmópolis”, “Um Método Perigoso”), estrelado com Julianne Moore.

Sinopse: Agatha Weiss (Mia Wasikowska) acabou de chegar a Los Angeles e logo conhece Jerome Fontana (Robert Pattinson), um jovem motorista de limusine que sonha se tornar ator. Eles começam a sair juntos e flertar um com o outro, por mais que Agatha mantenha segredo sobre seu passado. Não demora muito para que ela comece a trabalhar para Havana Segrand (Julianne Moore), uma atriz decadente que está desesperada para conseguir o papel principal da refilmagem de um sucesso estrelado por sua mãe, décadas atrás. Paralelamente, o garoto Benjie Weiss (Evan Bird) enfrenta problemas ao lidar com seu novo colega de elenco, já que é a estrela principal de uma série de TV de relativo sucesso. Entretanto, como esteve internado recentemente, está sob a atenção especial de sua mãe (Olivia Williams) e dos produtores da série, que temem um escândalo.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Parceria: NIEJ-UFRJ

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }