O Café História mudou de endereço, plataforma e identidade visual. Clique aqui para conhecer o novo Café História. Nós deixamos de ser uma rede social e somos agora um portal totalmente voltado para a divulgação de história. Nossa principal missão é divulgar o conhecimento histórico produzido nas universidades: para o grande público e para o meio acadêmico. Para entender melhor a mudança, clique aqui. E atenção: o antigo Café História (www.cafehistoria.ning.com) permanecerá online somente até o dia 2 de abril de 2017. Depois disso, todo o seu conteúdo será apagado, inclusive perfis e blogs. Tem algum conteúdo que você queira salvar e não sabe como? Nós temos uma sugestão. Clique aqui e leia o texto até o final. Esperamos contar com você como leitor do novo Café História!

Assine o novo Boletim Café História - receba em seu e-mail nossas novidades

Toda semana nós enviamos um e-mail com as novidades no campo da história e ciências humanas. Quer receber o nosso Boletim Café História? É bem fácil!

Arquivo Café História - Guernica de Pablo Picasso em Versão 3D

Guernica de Pablo Picasso em versão 3D

Artista nova-iorquina, Lena Gieseke, aplica modernas técnicas de infografia digital e renova a mensagem do renomado pintor espanhol

Mais de setenta anos após a sua primeira exibição púbica, em Paris, a obra-prima de Pablo Picasso, Guernica, ganha uma repaginada tecnológica que promete inaugurar um novo olhar sobre a famosa tela pintada a óleo. Lena Gieseke, artista de Nova York, produziu no final de 2009 uma versão em 3D de Guernica e disponibilizou tudo em um vídeo, na internet.

Através de modernas técnicas de infografia digital, o internauta pode praticamente entrar na tela de Picasso, ver de bem perto os vários ângulos dos personagens de Picasso, agonizando em medo e dor. Além das revelações em detalhes da imagem, a experiência de Gieseke é aprofundada com uma trilha sonora caprichada, com a música Nana, com arranjos de Ana Ruth Bermúdez e Rene Izquierdo

“Guernica” retrata o bombardeio da cidade espanhola de Guernica ocorrido em 26 de abril de 1937 por aviões da Luftwaffe, a lendária força aérea nazista, em apoio ao ditador espanhol Francisco Franco. Na época, residente em Paris, o espanhol Pablo Picasso (1881-1973), um dos maiores mestres da pintura de todos os tempos, retratou o horror de Guernica em um enorme painel de 350 por 782 cm, pintado a óleo. Na imagem, homens, mulheres e animais retorcidos, representando a dor, a angústia e a deformidade ocasionada pelas bombas que destruíram a cidade espanhola. Ainda em 1937, a tela foi uma das principais atrações da Exposição Internacional de Paris. E desde então, a obra se tornou em todo o mundo um símbolo de repúdio contra a guerra e contra a violência. Hoje, ela se encontra no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madrid.

O trabalho de digitalização feito por Gieske revela a força de Guernica em detalhes. Amplifica o seu alerta para as nações que ainda hoje insistem em guerras e outras ações bélicas. Se você deseja ver esse belíssimo trabalho, acesse:

http://www.lena-gieseke.com/guernica/movie.html.

O Café História deseja a todos um ótimo carnaval em 2010 e sugere alguns itinerários enquanto a festa mais famosa do mundo acontece. Se entre um bloco e outro você quiser descansar o corpo, nós indicamos algumas leituras para descansar a mente. Confira:

Carnaval, uma Cronologia (Apresentação)

Mas lembre-se sempre do que disse Picasso sobre Guernica: “Não, a pintura não está feita para decorar os cômodos. É um instrumento de guerra ofensivo e defensivo contra o inimigo.”

Exibições: 1159

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Boletim Café História

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }