Um artigo importantissimo para quem estuda África ou Egito, Cheik Anta Diop, procura demonstrar a negritude dos egípcios. Um intelectual de mão cheia, Diop, era Antropologo, Físico e Historiador, e seu trabalho tem uma carga política importante na descolonização da ciência e do conhecimento. O texto está presente em:
História Geral da África - A África Antiga. Vol.II: São Paulo/Paris/UNESCO, ORG. G. Mokhatar, 1983.

A origem dos antigos egipcios.pdf

Exibições: 833

Tags: -, Egito, História, Negritude, da, África

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 12 maio 2013 às 5:45

O livro "A Origem dos antigos Egípcios" está neste link do 4Shared:

 

http://www.4shared.com/office/G9NIM3M4/A_ORIGEM_DOS_ANTIGOS_EGPCIOS...

Disponibilizei uma cópia do arquivo do livro "A Origem dos antigos Egípcios" de Cheik Anta Diop (o mesmo arquivo do 4shared) em .pdf aqui no Café História, está neste link:

http://cafehistoria.ning.com/group/httpcafehistorianingcomgrouphier...

Abraços a todos!

Wallace Souza.

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 1 fevereiro 2012 às 21:34

Disponibilizei uma cópia do arquivo do livro "A Origem dos antigos Egípcios" de Cheik Anta Diop (o mesmo arquivo do 4shared) em .pdf aqui no Café História, está neste link: http://cafehistoria.ning.com/group/httpcafehistorianingcomgrouphier...

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 1 fevereiro 2012 às 21:27

O livro "A Origem dos antigos Egípcios" está neste link do 4Shared: http://www.4shared.com/get/g8BGsara/Cheikh_Anta_Diop_-_A_origem_do....

Links Patrocinados

Cine História

Sobrevivente

Chega aos cinemas o filme islandês "Sobrevivente", de Baltasar Kormákur. 

Sinopse: Durante o inverno de 1984, um barco pesqueiro naufraga no Atlântico Norte, nas proximidades da Islândia. Os tripulantes tentam sobreviver, mas as águas geladas impedem que essa tarefa seja facilmente concluída, restando apenas Gulli (Ólafur Darri Ólafsson), um homem bom, de fé, querido por todos, e com uma vontade de viver inacreditável. Após nadar por cerca de seis horas e enfrentar vários percalços, ele consegue contato com a civilização. Após a incrível experiência vivida, Gulli terá ainda que viver com a dor da perda dos amigos e, pior, a incredulidade de todos, que não entendem ele ter sobrevivido a uma situação tão extrema e insistem em fazer testes para saber como isso pode ter acontecido. Baseado em fatos reais.

documento histórico

Guerra do Paraguai: Prédios paraguaios após a Guerra do Paraguai s.l., [186-]. Arquivo Polidoro da Fonseca Quintanilha Jordão. Fonte: Arquivo Nacional

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }