Um artigo importantissimo para quem estuda África ou Egito, Cheik Anta Diop, procura demonstrar a negritude dos egípcios. Um intelectual de mão cheia, Diop, era Antropologo, Físico e Historiador, e seu trabalho tem uma carga política importante na descolonização da ciência e do conhecimento. O texto está presente em:
História Geral da África - A África Antiga. Vol.II: São Paulo/Paris/UNESCO, ORG. G. Mokhatar, 1983.

A origem dos antigos egipcios.pdf

Exibições: 885

Tags: -, Egito, História, Negritude, da, África

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 12 maio 2013 às 5:45

O livro "A Origem dos antigos Egípcios" está neste link do 4Shared:

 

http://www.4shared.com/office/G9NIM3M4/A_ORIGEM_DOS_ANTIGOS_EGPCIOS...

Disponibilizei uma cópia do arquivo do livro "A Origem dos antigos Egípcios" de Cheik Anta Diop (o mesmo arquivo do 4shared) em .pdf aqui no Café História, está neste link:

http://cafehistoria.ning.com/group/httpcafehistorianingcomgrouphier...

Abraços a todos!

Wallace Souza.

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 1 fevereiro 2012 às 21:34

Disponibilizei uma cópia do arquivo do livro "A Origem dos antigos Egípcios" de Cheik Anta Diop (o mesmo arquivo do 4shared) em .pdf aqui no Café História, está neste link: http://cafehistoria.ning.com/group/httpcafehistorianingcomgrouphier...

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 1 fevereiro 2012 às 21:27

O livro "A Origem dos antigos Egípcios" está neste link do 4Shared: http://www.4shared.com/get/g8BGsara/Cheikh_Anta_Diop_-_A_origem_do....

Links Patrocinados

Cine História

Cuba Libre

Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Cuba Libre”, de Evaldo Mozarzel.

Sinopse: Phedra de Córdoba é uma atriz transexual, nascida em Cuba, mas exilada no Brasil há mais de cinco décadas. As razões de sua partida foram a incompatibilidade com o regime de Fidel Castro e a profunda transfobia vigente na ilha. Décadas depois, Phedra retorna a Cuba para descobrir as transformações do país, na época em que a filha de Fidel, Mariela, luta por uma maior aceitação de gays, lésbicas, transexuais e transgêneros.

café história acadêmico

Biografia: confira na íntegra o artigo da historiadora Mary Del Priore: "Biografia: quando o indivíduo encontra a história". Resumo:A biografia, uma das primeiras formas de história – depois das dos deuses e de homens célebres –, retém cada vez mais a atenção dos historiadores. Todavia, a moda da biografia histórica é recente. Com efeito, até a metade do século XX, sem ser de todo abandonada, ela era vista como um gênero avelhantado, convencional e ultrapassado por uma geração devotada a abordagens quantitativas e economicistas.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }