A importância do trabalho de Debret para a história do Brasil

Estou pesquisando e desenvolvendo um trabalho voltado para Debret e a importância que esse artista deixou para a história do Brasil, ao começar por sua vinda ao Brasil. Debret era um dos integrantes da Missão Artítica Francesa que em 1816 chegava ao país, com o objetivo de preparar culturalmente o país sede da Monarquia Portuguesa, atendendo os pedidos de D. João VI, a Missão se encarregaria de incentivar as artes no Brasil e assim tona-se oficial o estudo de Educação Artística no Brasil. Chama-me atenção o fato de Debret na ocasião de sua chegada conincidentemente com a morte da rainha D. Maria, Debret a retrata, assim como também o momento da aclamação de D. João VI, torna-se Debret o pintor oficial da corte portuguesa e passa a retratar todos os momentos referentes a Monarquia no Brasil. Ao longo dos 16 anos que Debrte esteve no Brasil pôde nos deixar um enorme legado cultural, suas obras, que sempre a vêmos nos livros de História e faz uma ponte entre os textos escritos. Debret apaixonou-se pelo o Brasil, e passou a retratar facilmente o cotidiano da época e em minha pesquisa além de ressaltar a importância desse nome para o Brasil, busco também propôr aos professores que trabalhem as imagens de Debret nos livros didáticos, como recurso visual importantíssimo para a compreensão historiográfica.

Exibições: 3738

Tags: Debret

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Comentário de Gustavo Soares de Lima em 31 julho 2009 às 23:45
se não me engano é possível visualizar as obras dele no site do Itau Cultural

Links Patrocinados

Cine História

A Oeste do fim do mundo

Está em cartaz nos cinemas brasileiros a co-produção Brasil-Aregentina, "A Oeste do fim do fo mundo", de Paulo Nascimento.

Sinopse: Leon (César Troncoso) é um homem introspectivo que vive em um velho posto de gasolina, perdido na imensidão da estrada transcontinental entre a Argentina e o Chile. Seu único amigo é Silas (Nelson Diniz), um brasileiro que volta e meia o visita para trazer peças para consertar a moto dele. Um dia, a paz de Leon é abalada com a chegada de Ana (Fernanda Moro), uma mulher que escapou da tentativa de abuso sexual de um caminhoneiro com quem tinha pego carona. Sem ter para onde ir e no meio do deserto, Ana recebe abrigo de Leon inicialmente para apenas um dia. Só que o tempo passa e ela não consegue sair do local.

café história acadêmico

Felipe II: confira na íntegra a tese de doutorado do historiador José Carlos Vilardaga: "São Paulo na órbita do Império dos Felipes: conexões castelhanas de uma vila da América Portuguesa durante a União Ibérica (1580-1640)". O trabalho foi defendido em 2011 na Universidade de São Paulo.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }