A importância do trabalho de Debret para a história do Brasil

Estou pesquisando e desenvolvendo um trabalho voltado para Debret e a importância que esse artista deixou para a história do Brasil, ao começar por sua vinda ao Brasil. Debret era um dos integrantes da Missão Artítica Francesa que em 1816 chegava ao país, com o objetivo de preparar culturalmente o país sede da Monarquia Portuguesa, atendendo os pedidos de D. João VI, a Missão se encarregaria de incentivar as artes no Brasil e assim tona-se oficial o estudo de Educação Artística no Brasil. Chama-me atenção o fato de Debret na ocasião de sua chegada conincidentemente com a morte da rainha D. Maria, Debret a retrata, assim como também o momento da aclamação de D. João VI, torna-se Debret o pintor oficial da corte portuguesa e passa a retratar todos os momentos referentes a Monarquia no Brasil. Ao longo dos 16 anos que Debrte esteve no Brasil pôde nos deixar um enorme legado cultural, suas obras, que sempre a vêmos nos livros de História e faz uma ponte entre os textos escritos. Debret apaixonou-se pelo o Brasil, e passou a retratar facilmente o cotidiano da época e em minha pesquisa além de ressaltar a importância desse nome para o Brasil, busco também propôr aos professores que trabalhem as imagens de Debret nos livros didáticos, como recurso visual importantíssimo para a compreensão historiográfica.

Exibições: 3713

Tags: Debret

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Comentário de Gustavo Soares de Lima em 31 julho 2009 às 23:45
se não me engano é possível visualizar as obras dele no site do Itau Cultural

Links Patrocinados

Cine História

Cuba Libre

Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Cuba Libre”, de Evaldo Mozarzel.

Sinopse: Phedra de Córdoba é uma atriz transexual, nascida em Cuba, mas exilada no Brasil há mais de cinco décadas. As razões de sua partida foram a incompatibilidade com o regime de Fidel Castro e a profunda transfobia vigente na ilha. Décadas depois, Phedra retorna a Cuba para descobrir as transformações do país, na época em que a filha de Fidel, Mariela, luta por uma maior aceitação de gays, lésbicas, transexuais e transgêneros.

café história acadêmico

Biografia: confira na íntegra o artigo da historiadora Mary Del Priore: "Biografia: quando o indivíduo encontra a história". Resumo:A biografia, uma das primeiras formas de história – depois das dos deuses e de homens célebres –, retém cada vez mais a atenção dos historiadores. Todavia, a moda da biografia histórica é recente. Com efeito, até a metade do século XX, sem ser de todo abandonada, ela era vista como um gênero avelhantado, convencional e ultrapassado por uma geração devotada a abordagens quantitativas e economicistas.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }