Afinal, qual a verdadeira face da candidata Dilma Rousseff?

http://www.youtube.com/watch?v=Wi0R13HInyI&NR=1&feature=fvwp

Quem irá ditar as regras? O famigerado mentor do MENSALÃO? Ou será apenas a sombra do Lula?

Uma pergunta que não quer calar, que martela a cabeça daqueles que pensam. Não que haja grandes diferenças entre os dois possíveis manipuladores. São semelhantes, guardando-se as diferenças culturais.

Zé Dirceu é um "teórico" marxista, homem de leitura, ardiloso, sibilino, dono da boa palavra, das estratégias, mas, sobretudo, um oportunista 'refinado' sob a máscara de trotskista, que seria um excelente camelô (que a classe me perdoe!), para vender técnicas de corrupção.

Pensemos: somente uma inteligência perversa poderia arquitetar o grandioso plano do mensalão. Não houve nesse país, nada que se assemelhasse em corrupção. Corrupção, vejam bem, dentro do próprio Congresso. Que poder de convencimento maligno pode articular um plano tão sórdido?

Querem a resposta? A doença do fisiologismo, do oportunismo para o enriquecimento ilícito de negociatas, da ambição do poder para si, do desprezo pelo país, da arrogância, da incompetência. Esse o terreno fértil para vicejar os "zésdirceus" da vida.

O esforço para a manutenção de um projeto que pretende transformar o Estado brasileiro, sob todos os aspectos que estruturam a sociedade, não pode ser levado a efeito pela candidata Dilma. Falta-lhe o preparo suficiente.

Daí o grande dilema que se apresenta: quem será o poder oculto? Que disputas ocorrerão nos corredores absconsos do poder? Chegaremos a isso? Espero que não, pelo bem desse país e desse povo.

Quem viver, verá

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Comentário de Silvio Pedrosa em 21 outubro 2010 às 10:03
"Zé Dirceu é um teórico marxista"...

Eu ri disso...

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

Ditadura e D.Pedro 1: A ditadura Militar reabilitou D.Pedro I. É o que afirma a historiadora Janaína Cordeiro, que acaba de lançar o livro “A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento”, pela FGV. Confira a entrevista com Cordeiro, acima.  

Cine História

Mapa para as estrelas

Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o elogiado “Mapa para as estrelas”, de David Cronenberg (“Cosmópolis”, “Um Método Perigoso”), estrelado com Julianne Moore.

Sinopse: Agatha Weiss (Mia Wasikowska) acabou de chegar a Los Angeles e logo conhece Jerome Fontana (Robert Pattinson), um jovem motorista de limusine que sonha se tornar ator. Eles começam a sair juntos e flertar um com o outro, por mais que Agatha mantenha segredo sobre seu passado. Não demora muito para que ela comece a trabalhar para Havana Segrand (Julianne Moore), uma atriz decadente que está desesperada para conseguir o papel principal da refilmagem de um sucesso estrelado por sua mãe, décadas atrás. Paralelamente, o garoto Benjie Weiss (Evan Bird) enfrenta problemas ao lidar com seu novo colega de elenco, já que é a estrela principal de uma série de TV de relativo sucesso. Entretanto, como esteve internado recentemente, está sob a atenção especial de sua mãe (Olivia Williams) e dos produtores da série, que temem um escândalo.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Parceria: NIEJ-UFRJ

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }