fabricio moreira dos santos
  • Masculino
  • teresina
  • Brasil
Compartilhar Twitter

Amigos de Fabricio moreira dos santos

  • Thaty Crys
  • Jessyca Maria Lima e Silva.
  • George Meneses da Rocha
  • Janaine Marques Leal
  • Alessandra Maisen
  • Manuela Santos
  • Mary Del Priore
  • Cleanne Nayara Galiza Colaço
  • talyta marjorie lira sousa
  • Tatielle Santos brito
  • Natália Tuler
  • Andressa Domanski
  • Amanda Pinheiro
  • luana bieger
  • Fernanda Ferreira Rigo

Discussões de fabricio moreira dos santos

Qual a função social da história ?

Iniciou esta discussão. Última resposta de _NãoAcredite. Pense! (Dino) 5 Jun, 2010. 5 Respostas

discutir as varias maneiras de se analisar os fatos como participes na construçao de historia problematizadora.

 

Bem-vindo(a), fabricio moreira dos santos!

Informações do Perfil

Sobre mim
sou rapaz que gosta de ler, me informar com o que acontece com mundo, enfim, um estudioso e gosto de cantar.
Atividade profissional
Estudante
Formação
Graduando
Estado
piaui
Cidade
teresina

Fotos de fabricio moreira dos santos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Blog de Fabricio moreira dos santos

uma historia politica politizada

Postado em 23 julho 2010 às 2:30 2 Comentários

disculssao de questoes relacionadas nao so com a politica brasileira, mas com a do mundo, no intuito de levantar

questionamentos sobre os problemas de nosso pais e apontar soluçoes, democratizando uma visao anti-elitista da politica nos seus varios aspectos.

Caixa de Recados (5 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 6:08 em 8 novembro 2010, Mary Del Priore disse...
Pois, é Fabrício. Desde que estudo história acomapnha os modismos e quabra de paradigmas! O importante, do meu modesto ponto de vista, é a proximidade com as fontes documentais e o conhecimento proundo de arquivos. Essa é a diferença e o "fazer história". abs.
Às 21:59 em 16 outubro 2010, Manuela Santos disse...
Que Deus esteja presente em sua vida sempre. bjos
Não conseguimos viver sem Historia nós somos história.
Às 11:10 em 15 outubro 2010, Mary Del Priore disse...
Olá, Fabrício. Embora seja considerada fora de moda", a abordagem das mentalidades, substituída recentemente pela da Cultura, ainda dá muito caldo. Eu sempre procuro trabalhar com esses temas: imaginário, formas de pensar. Acho que sem eles, a história fica incompleta. Te confesso que conheço pouco sobre Estado Novo. Mas tente o Scielo ou o Google Acadêmico. Sempre tem novidades. Abs.
Às 12:21 em 21 abril 2010, Tatielle Santos brito disse...
Está aceito. Bom feriado.
Às 20:19 em 16 março 2010, Ricardo Conolly disse...
As minhas pesquisas são sobre as ELEIÇÕES PÓS-1945, no Brasil, Estado por Estado.
No SITE www.eleicoespos1945.com , no momento, inclusive, estou inserindo os resultados dos pleitos de 1945, 1947, 1950, 1954, 1958 e 1962, no PIAUÍ, para Governador e Vice-Governador do Estado, Senadores e Suplentes de Senadores da República, Deputados Federais e Deputados Estaduais.
Aceite-me como Amigo por gentileza.
Tudo de bom!
 
 
 

Links Patrocinados

documento histórico

Versão digitalizada do decreto que aboliu a escravatura no Brasil, dando origem à Lei Áurea. O documento é assinado pela Princesa Imperial Regente Isabel, pelos senadores Primeiro Vice-Presidente Antônio Candido da Cruz Machado, Primeiro Secretário Barão de Mamanguape e pelo Segundo Secretário do Joaquim Floriano de Godoi. O manuscrito original faz parte do acervo do Arquivo do Senado Federal. Faça aqui o download em alta resolução desta importante peça da História do Brasil: http://goo.gl/ewCcee

Conteúdo da semana

Depoimento do coronel reformado do Exército, Paulo Malhães, ex-agente do Centro de Informação do Exército, que atuou em diversas missões de extermínio de opositores da ditadura e também na Casa da Morte. No depoimento, ele admite tortura, mortes, ocultações de cadáveres e mutilações de corpos.

Cine História

Cortinas Fechadas

Chega aos cinemas brasileiros o drama iraniano dirigido por Kambolza Partovi e Jafar Panahi, “Cortinas Fechadas”.

Sinopse: Vivendo em prisão domiciliar após ter sido condenado pela justiça iraniana, sob a acusação de denegrir a imagem do governo do presidente Mahmoud Ahmadinejad com seus filmes, o cineasta Jafar Panahi tem seu cotidiano apresentado neste filme.

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Fale Conosco

Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

Nosso email: cafehistoria@gmail.com

Parceria: NIEJ-UFRJ

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }