edelvio coelho lindoso
  • Masculino
  • manaus -amazonas
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de Edelvio coelho lindoso

  • Nádia Costa Leite
 

Página de edelvio coelho lindoso

Informações do Perfil

Sobre mim
título acadêmico de jornalista
procuro contato com altair andrade cruz
estou extasiado por sua "história que a vida conta".
Atividade profissional
outro
Formação
Graduando
País
Brasil
Estado
Amazonas
Cidade
Manaus

sábado, 25 de outubro de 2014

DEVANEIOS - DE SEMPRE E DIVERSOS (1)

Tenho Cara De Antigamente, Sou Do Tempo Em Que Amendoim Era Bidubim
CONTINUEM, AMIGOS, DIFUNDINDO O QUE É 2.5 MTs x 3
Sábado, 29 de junho de 2013
DE NOMES

De Creusa e Justino, acabou a brincadeira, que não se quis um parente Cretino.
De Edeltrudes, nome tirado da folhimha, antigo calendáro, e Lívio, meus pais, resultou Edélvio. 
De Maria, minha tia paterna e Luiz meu tio torto, resultou Marlu, minha irmã.
MACAQUICE
A quantas vai esse espírito macaqueante, aqui no Brasil ?  O gesto original de com o indicador colado na face apontando um dos olhos, era "tô de olho em você".  Agora, já vi em várias novelas, esse gesto deturpado, com o indicador e o dedo médio, na parte alta do nariz, apartados e sob os dois olhos. Isso é seguido depois, com o indice apontando uma direção. Esse era um gesto específico de militares, no cinema americano; aqui deturpou-se e foi adotado pelos civis, no princípio, na televisão. Dá-me arrepios essa subalternidade.  Nelson Rodrigues tinha razão quanto ao complexo de vira-lata brasileiro. Já foi tentado o gesto de com o braço flexionado à frente do peito;  a mão mole mamulengue prá trás e prá frente, e o pescoço e rosto derreados para cima e pro mesmo lado do braço ator. Não é um pouco demais, copiar até o gestual estrangeiro ?
"TATOOS"
Maldito modernismo, a mutilação de um corpo são.  A falta  de senso crítico e de noção estética. Essa malucada não se imagina sendo  corroida ao correr do tempo;  A idade dos músculos sendo sucedida pela idade da gordura ?  O esvaziamento do colágeno e da elastina, sobretudo na cavidade inferior orbital ? Uns que oferecem a face entumecida, outros ao contrário, chupadas e ossos salientes; Não é bastante isso, precisa os desenhos de muito mau gosto se equilibrando sobre gelhas ? O ser humano não aceita a deserção da juventude; essa deformação tatuística é acompanhada com colorações ridículas, como preto-grauna, vermelho-coloráu, louro-manga, numa carapinha-afro.  E a cocomitância das interferências plásticas, muita vez por  falsos médicos; hormônios contra-indicados em mulheres que vêem nascer um micro falo na sua genitália. Peitos que parecem bolas de borracha, desagradáveis ao tato. Panturrilhas, bundas siliconadas, uma irrealidade "bisurda".  Não têm pejo.  O faz de conta é o que voga.  São criaturas mais feias que fratura exposta. Não seria melhor uma impressão com gravuras realmente bonitas mas prontas a sair na primeira lavagem ?  Se uma dama sente pregas verticais sobre o lábio superior até a base das narinas, na região chamada de bigodeiraV, simples, o remédio é passar o ferro de engomar.  Aproveita e passa no rosto inteiro. Ora, uma cara de sessenta anos não rejuvenece,  ela continua sendo uma cara engomada, com sessenta anos.  É o jogo do parece mas não é.  Sabe a história da mulher que comprou um chapéu novinho;  uma grande ventania desabou, a sáia levantou e expôs a intimidade saracoteante da infeliz;  a gritalhada;  a pobrezita segurava desesperadamente o mimoso chapèusinho.  Perguntaram-lhe, por que?  Ela respostou:  Vou deixar essa belezura novinha por causa de uma bunda de sessenta anos?  São coisas muita da sua sem graça.  Vaidade das vaidades.  E talco para cobrir sinais senis  nos braços e dorso das mãos.  E um pescoço envelhecido, com artérias gritantes e salientes subindo estrada acima, procurando a consciência adormecida da meliante empedernida.  Não há maior castigo que uma chuva torrencial para desminliguir a farsa da enganação.  Sobrancelhas que gritam embranquecidas são passadas no rodo e desprezadas no lixo, que injuria.  Depois uns riscos de lápis mentirosos, a ponto de num bom dia mal dito provoca a queda do parceiro, da cama, que desconhece a mulher com quem se deitou na noite anterior.  Jesus, no Céu, não reconhece a penitente que chega e lhe nega a entrada.  Tai, Tribufu, não deves desacatar o Criador.  Mulher com sessenta e cara de setenta e cinco.  Homem empoado, com o ariete moribundo, à meio páu, qualificando o luto.  Triste fim do que seria uma fatalidade prevista.  Começo, meio e fim, são cadências da linta do Tempo, de consistência pétrea.  Não hácomo emediá-la.  Acorda, deita, dorme, descome, chora, ri, reclama, aplaude emorre.  Eis ai a via do Calvário.  Não há samaritano que pense as luxaçõoes recebidas no caminho.  O bom estará no aprisco, o mauserá descartado para todo o sempre.  São soberanas essas instruções Divinas e cada Espírito em sua morada, de acordo com o seu brilho e a sua conduta simples, será assim aquinhoado nessa Via dolorosa.

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Às 14:58 em 9 fevereiro 2015, Nádia Costa Leite disse...

Oi Edélvio. Como me cadastrei há alguns dias no Café História e estou pouco tempo no grupo, gostaria de saber de você, qual foi a pergunta que você lançou. Foi a respeito de algum livro ou filme especificamente?

Blog de Edelvio coelho lindoso

DE COMEÇO DO FIM

Postado em 2 fevereiro 2015 às 18:38 0 Comentários

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS - DE COMEÇO DO FIM

Tenho Cara De…
Continuar

DE COMEÇO DO FIM

Postado em 2 fevereiro 2015 às 18:38 0 Comentários

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS - DE COMEÇO DO FIM

Tenho Cara De…
Continuar

DE UFANISMO

Postado em 22 dezembro 2014 às 13:15 0 Comentários

domingo, 21 de dezembro de 2014

DEVANEIOS - DE UFANISMO, MARCELO E CELSO

Tenho Cara De…
Continuar

DE UFANIA, DE MARCELO E DE CELSO

Postado em 22 dezembro 2014 às 12:22 0 Comentários

domingo, 21 de dezembro de 2014

DEVANEIOS - DE UFANISMO, MARCELO E CELSO…

Continuar
 
 
 

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }