Vinícius Presto de Paiva
  • Masculino
  • Piau, MG
  • Brasil
Compartilhar
  • Mensagens de blog

Amigos de Vinícius Presto de Paiva

  • Raphaela.M.
  • Luana Alves
  • Taynnã Valentim Rodrigues
  • Thaís Helena Mariano Almeida
  • ELISEU LUCAS ALVES DE OLIVEIRA
  • Fabio Melo
  • vinicius ricardo da costa
  • Luana C.
  • Renata Marcoline de Souza Cruz
  • Letícia Martins Gomes
  • Rúbia Carla Martins Rodrigues
  • Ederval
  • Solange Silva
  • Letícia Lilian
  • Anselmo Silva Sperotto
 

Página de Vinícius Presto de Paiva

Informações do Perfil

Atividade profissional
Historiador, Professor
Formação
Graduado
País
Brasil
Estado
Minas Gerais
Cidade
Piau

Caixa de Recados (2 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Às 11:29 em 1 março 2015, SERGIO ROBERTO disse...

Vinícius, me tire uma duvida:

Na República Velha (1889 - 1930) os trabalhadores das fazendas dos

"coronéis" não eram mais os antigos escravos que a lei da Abolição

libertou, mas sim camponeses, eles eram livres perante a lei, mas

na prática, sofriam varios abusos, como o voto de cabresto, minha

pergunta é:

Quem eram esses camponeses "livres" das fazendas dos "coronéis"

na República Velha:

1º os imigrantes europeus que vieram substituir os escravos ?

2º os ex escravos ?

3º gente daqui do Brasil mesmo ? (pessoas "brancas" e pobres

brasileiras...)

Quem eram eles ???

observação: no caso de serem os imigrantes europeus, eles

eram vítimas do voto de cabresto ??? eles sofriam ESSE A-

BUSO ESPECIFICAMENTE por parte do "coronel" ???

Abraço

Às 9:19 em 28 julho 2014, Bruno Leal disse...

Bom dia, Vinícius!

Quero agradecer a sua participação nos espaços de debate do Café História.

Obrigado por contribuir com o espaço! Sinta-se em casa por aqui.

Abraço e uma ótima semana para ti!

 
 
 

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }