Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz
  • 41, Masculino
  • Rio de Janeiro, RJ
  • Brasil
Compartilhar
  • Mensagens de blog

Amigos de Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz

  • Prof° Ane
  • Evandro Arantes
  • Leonie Schneider
  • Priscila Nunes Pereira
  • ADILSON BENEVIDES
  • Marcos Paulo Rodrigues
  • Anderson Guedes
  • Marcos Dupim
  • Claudia Santiago Santos
  • Miguel Martins
  • wladia Guerra Nunes
  • Marcio Cantalicio
  • Paulo Fernando
  • Luiz Bento Pereira
  • Aline de Oliveira Sampaio
 

Página de Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz

Informações do Perfil

Sobre mim
Sou advogado e me interesso por História sem nenhum compromisso profissional, por enquanto. Sou discípulo de Jesus. Moro no Rio de Janeiro e sou casado com Núbia Mara Cilense. Politicamente não me defino nem como direita, esquerda ou de centro, pois considero tais conceitos como ultrapassados por adotar uma concepção mais ampla. Porém, considero-me um social democrata. Defendo causas ambientais, de inclusão social e culturais. Não me encontro filiado a nenhum partido político no momento e dou mais crédito à política não institucionalizada, pois a força dos acontecimentos está na união de indivíduos interessados em promover mudanças, bem como nas limitações impostas pelo próprio ambiente, o que, por sua vez, relaciona-se com a soberania divina. Creio num Deus que sempre esteve no controle da História e que buscou relacionamentos com o homem por diversas maneiras, marcando profundamente os rumos deste planeta através de Jesus Cristo. Como tem vezes que fico por um considerável período de tempo sem acessar este site, peço que retornem seus contatos para o meu e-mail rodrigoluz@yahoo.com caso eu demore a responder por aqui. E não deixem de acessar o meu blog pessoal: http://doutorrodrigoluz.blogspot.com/
Atividade profissional
Pesquisador, outro
Formação
Graduado
Estado
Rio de Janeiro
Cidade
Nova Friburgo

Como Zaqueu...

Cantada não só em igrejas, mas até mesmo em pagodes das festas seculares e dos botecos de esquina, a música “Como Zaqueu”, de Regis Danese, tornou-se tão popular quanto algumas canções de Roberto Carlos. A melodia, sem dúvida, é envolvente e a letra muito fácil de aprender. Porém, nem todos meditam no significado das palavras da composição. Principalmente no trecho que diz “largo tudo pra te seguir”.

O Evangelho segundo Lucas, em seu capítulo 19, registra a passagem de Jesus pela cidade de Jericó, alguns dias antes de sua última Páscoa em Jerusalém. O texto conta que Zaqueu, o principal dos publicanos, em razão de sua baixa estatura, precisou subir numa árvore (um sicômoro) para poder avistar o Senhor. Jesus, atentando para aquele gesto simples de espontaneidade, ofereceu-se para se hospedar na casa de Zaqueu, o que deixou muita gente da cidade perplexa.

Importante esclarecer que os publicanos eram considerados homens pecadores pelos religiosos da época. Eram os coletores de impostos do Império Romano e se enriqueciam através da extorsão e da cobrança em excesso, tal como fazem os fiscais corruptos na atualidade. Ou seja, estavam violando o oitavo mandamento da Torah que expressamente diz “não roubarás”.

Naqueles tempos, um rabino certamente apenas iria hospedar-se na casa de homens íntegros dentre os israelitas quando entrasse numa cidade para fazer suas pregações. Logo, era esperado que Jesus pernoitasse na residência do chefe da sinagoga local ou de um piedoso fariseu que fizesse constantes caridades ao povo, mas de modo algum debaixo do mesmo teto onde mora um publicano. Contudo, o convite de Jesus produziu em Zaqueu um sentimento de alegria, de maneira que ele, rapidamente, desceu da árvore e recebeu o Senhor.

O clímax de toda esta narrativa ocorre justamente no versículo 8 do capítulo 19 de Lucas, quando Zaqueu, chamando a Jesus de Senhor, dispôs dar aos pobres metade de seus bens e indenizar em quádruplo às pessoas que ele um dia lesou:

“Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais.”

Em seguida, declarou Jesus que, naquele dia, a salvação havia chegado à casa de Zaqueu, o que se verificou pela nova atitude assumida por aquele rico publicano, o qual, assim como os demais israelitas de Jericó, também era filho de Abraão e destinatário das mesmas promessas de perdão e de vida eterna.

A história de Zaqueu nos ensina que a conversão de alguém é evidenciada quando o convertido resolve produzir obras dignas de um arrependimento sincero. O publicano Zaqueu demonstrou que, verdadeiramente, estava se desapegando das riquezas e se encontrava disposto a reparar todos os erros causados quando resolveu indenizar a cada um que havia sido vítima dos seus roubos.

É verdade que, de acordo com a Lei de Moisés, a restituição em quádruplo era a pena para os crimes contra o patrimônio de alguém. Para uma ovelha furtada, o ladrão era obrigado a pagar o preço de quatro animais ao dono. Mas, no caso de Zaqueu, ele mesmo tornou o seu próprio juiz e, voluntariamente, resolveu reparar os males que um dia causou às pessoas.

Embora não haja nenhum outro registro bíblico a respeito de Zaqueu (a tradição cristã de Eusébio de Cesareia diz que ele teria sido um dos quatro primeiros "bispos" de Jerusalém), fico imaginando os momentos quando aquele publicano arrependido se encontrou novamente com as pessoas que um dia foram por ele prejudicadas. Quantos relacionamentos perdidos que precisaram ser restaurados? E quanta coisa que Zaqueu não deve ter escutado de tais pessoas?

Penso que talvez o mais difícil para um homem não seja dar metade de uma fortuna aos pobres, mas sim recuperar um relacionamento e, desta forma, lidar com uma ferida aberta na própria alma. Pedir perdão à ex-esposa pelas traições conjugais ou mesmo brigas do cotidiano que um levaram à ruína de um casamento, mesmo ciente da impossibilidade de que a situação retorne ao estado anterior, pode ser mais duro para o orgulho humano do que simplesmente assinar um cheque em benefício de um orfanato.

Todavia, a cura para muitos dramas interiores se passa pela tomada de atitudes que busquem a restauração de um relacionamento quebrado no passado. Pois, para o cristão aceitar o senhorio de Cristo sobre a sua vida significa estar disposto a obedecer seus mandamentos, mesmo tendo que enfrentar situações humilhantes ou desagradáveis, as quais depois de cumpridas, proporcionam uma sensação interna libertadora.

No romance “O caçador de pipas”, após Amir ter sido refém de sua própria covardia e ingratidão a ponto de tentar destruir o relacionamento de amizade de infância que tinha com Hassan, experimentou uma incrível mudança de caráter muitos anos depois, ao retornar para o país de origem a fim de resgatar Sohrab das garras do regime Talibã. Em sua jornada ao Afeganistão, mesmo após a morte de Hassan, Amir enfrentou perigos para salvar a vida do filho de seu amigo, o que se tornou a cura para o seu comportamento covarde nos tempos de criança.

Como Zaqueu e como o personagem Amir de Khaled Hosseini, também precisamos enfrentar certas situações traumáticas do passado afim de experimentarmos os deliciosos frutos de uma conversão pessoal a Deus. Tudo começa com uma reflexão íntima em que desejamos sinceramente mudar as nossas atitudes em relação à vida para que, daqui por diante, não só abandonemos o mau caminho como também trilhemos pelas veredas do bem. E foi isto o que o Senhor obteve de seu anfitrião, demonstrando que, verdadeiramente, o Rabino Jesus soube qual casa escolher para ficar hospedado em Jericó antes de sua entrada triunfal em Jerusalém.

Caixa de Recados (51 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Às 10:34 em 4 fevereiro 2012, SERGIO ROBERTO disse...

Rodrigo, eu virei membro do seu grupo

"Racismo e escravidão negra no Brasil"

e postei um topico la

"camponeses "livres" dos "coronéis"

você poderia ir la e responde-lo ?

Abraco

Às 16:23 em 9 novembro 2011, SERGIO ROBERTO disse...

Rodrigo, eu me tornei membro do seu grupo

"Racismo e escravidão negra negra no Brasil"

e postei um topico la "camponeses "livres" dos "coronéis"

voce poderia ir la e responde-lo ?

Abraco

Às 0:26 em 29 agosto 2011, João Roberto Laque disse...

Olá!

Um personagem ímpar da história recente do Brasil está fazendo 80 anos.

De presente, ele ganhou uma biografia (o livro Pedro e os Lobos) e está na edição eletrônica da revista Caros Amigos deste mês.

Saiba mais sobre a louca vida de Pedro Lobo de Oliveira acessando:

www.pedroeoslobos.blogspot.com

Às 23:25 em 28 agosto 2011, João Roberto Laque disse...

Olá!

Um personagem ímpar da história recente do Brasil está fazendo 80 anos.

De presente, ele ganhou uma biografia (o livro Pedro e os Lobos) e está na edição eletrônica da revista Caros Amigos deste mês.

Saiba mais sobre a louca vida de Pedro Lobo de Oliveira acessando:

www.pedroeoslobos.blogspot.com

Às 20:26 em 28 agosto 2011, João Roberto Laque disse...

Olá!

Um personagem ímpar da história recente do Brasil está fazendo 80 anos.

De presente, ele ganhou uma biografia (o livro Pedro e os Lobos) e está na edição eletrônica da revista Caros Amigos deste mês.

Saiba mais sobre a louca vida do ex-guerrilheiro Pedro Lobo de Oliveira acessando:

www.pedroeoslobos.blogspot.com

Às 14:59 em 16 junho 2011, enrique hernando zamora disse...

Oi Rodrigo....eu acho que não sei manipular bem a tecnologia de respostas e comentarios.....recebi teu e mail

Quando fiz algumas perguntas e registrei algumas coisas de minha vida....nada vi aqui mas vejo que vc recebeu.

ESCLAREÇO POREM....pois devo ter-me expressado mal......

Meu pai e seus iramos(meus tios) é que lutaram na Guerra Civil Espanhola sendo A METADE SOCIAL COMUNISTAS(""Rojos") e a outra metade "nacionalistas" franquisats.....

Eu sim fui educado na época de Franco assim como meus iramos e TODOS ERAM DE DIREITA (e Deus ampare a quem fala-se um pio sobre as esquerdas socialistas...a ""Internacional Comunista"" ou "a Pasionaria" figura estremamente popular admirada e odiada por muitos.....quem tinha ideias diagmos "a la pasionaria" era bom pensar bem baixinho pois ate os pensamentos eram espionados....isso memso aquele estilo fascista??nazista?// e tb comunista....o estilo de toda ditadura laica ou religiosa.

Grande abraço

 

Às 18:52 em 13 junho 2011, enrique hernando zamora disse...
mandei um comentario e foi cortado...posso saber se foi engano??
Às 18:44 em 13 junho 2011, enrique hernando zamora disse...

Tenho uma duvida ,uma curiosidade.

Sou espanhol e cheguei a Brasil no ano de 1973.Minha educaçao foi toda ela na época de Franco .Na Guerra Civil Espanhola  meu pai era Oficial da Infanteria e na divisão da Espanha caiu na Zona Roja mas não parecia concordar.Eram 7 irmãos e pelos que souve depois...tres eram bem comunistas e os outros bem de direita....franquistas....Muitos "desertaroam"(e foram premiados por Franco")Por cair na zona roja o regimem de Franco o julgou e (nada tendo a culpa-lo ) o degradaram e retiraram ""para evitar problemas"".

Pois bem....eu moleque fui instruido na famosa Falange espanhola de Jose antonio Primo de Riveira.....assitiamos aos desfiles militares ao estilo dos desfiles Nacistas de Berlim....cantavamos os hinos con a mao elevada....eramos e nos honramos de seremos vestidos ao estilo das tropas ""nacionais" que eram bem semelhante as de Hitler.....em fim....a religiao e a Igreja Catolica eram a "benção de Deus ao regimem" ("Francisco Franco Caudillo de Espanha pela graça de Deus").......Todo me lembrava Alemnah Nacista

Passou o tempo e....em 1973 apareci no Brasil....tive que renovar meus estudos de Filosofia e ,logico ,estudar geografia e HISTORIA DO BRASIL......

Eis aqui que vejo Getulio Vargas vestido ao estilo !"Franco??? Mussolini???Hitler??/"...roupa...luvas....desfiles....hummmmmm.... tb chamasse "dictadura"...auele empenho pelo "socialismo trabalhista""".......A Igreja e o Clero Catolico foi seu grande bastão e força de justificar mil e uma coisa.....

Amigos  Getulio era nacista ou fascista (como os exemplos ditos....Franco etc...)???? era "as escondidas"??? simpatizava??/ Estou enganado???

Pq tantos nacistas se refugiaram aqui tranquilamente???

Ele mudou de lado??quais seriam alguns dos motivos???

Grato

Às 13:50 em 6 junho 2011, maria de lourdes c. isaia disse...

oi rodrigo. andei sumida ne. perdoe-me por n ter entrado em contato com v. v sabe que tenho um carinho especial por v.

mas agora me fale de voce. retorne no meu e mail jh.asman@hotmail.com, e me conte

mais a respeito de sua esposa. te gosto muito. abços e bejo. maria de lourdes

Às 23:11 em 1 maio 2011, Daniela Nascimento disse...

Olá Rodrigo. Onde vc encontrou o texto de Margareth Rago Os Mistérios do Corpo Feminino, ou as Muitas Descobertas do Clitóris? Te enviei uma solicitação de amizade. Espero que aceite.

abraços,

Daniela

 
 
 

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }