Renato Romano Monteiro
  • Masculino
  • Rio de Janeiro
  • Brasil
Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos
  • Grupos (2)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos
 

Página de Renato Romano Monteiro

Informações do Perfil

Sobre mim
Historiador, filósofo e músico.
Atividade profissional
Historiador, Pesquisador
Formação
Graduado
Estado
RJ
Cidade
rio de janeiro

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 10:07 em 28 setembro 2016, SERGIO ROBERTO disse...

Olá Renato, obrigado por ter respondido aquela minha pergunta sobre os

camponeses "livres" das fazendas dos "coronéis" na República Velha, não

sei se você percebeu, mas muita gente já respondeu essa minha pergunta

mas sabe porque eu faço tanto essa pergunta ? é por 2 razões, ai estão elas:

1ª A primeira é que essa é uma questão que os livros de História (livros

escolares didáticos) em geral NÃO ESCLARECEM !!! uns sugerem que fo-

ram os imigrantes europeus que vieram substituir os escravos após a

Abolição, outros que foram os ex-escravos ! porque dizem que eles não

deixaram as propriedades, eles continuaram a trabalhar para seus anti-

gos senhores, e também quando você pega um livro de História e lê na

parte que trata do coronelismo, você TEM A IMPRESSÃO !!! (EU PELO

MENOS TENHO ESSA IMPRESSÃO !!! ) de que esses camponeses explo-

rados pelos "coronéis" na República Velha, eram pessoas naturais do

Brasil mesmo, pessoas "de cor branca" (digo "branca" porque os imi-

grantes eram brancos, os ex-escravos eram negros, e esses "brasile-

iros" seriam brancos também...) e muito pobres entendeu Renato ?

2ª A segunda é porque eu gosto de saber o ponto de vista de cada

professor, a opinião de cada um, para formar o meu próprio

É isso ai Renato ! Abraço

 
 
 

Links Patrocinados

café história acadêmico

O Grupo de Estudos Kemet (GEKemet), responsável pela coordenação dos estudos acadêmicos sobre o Egito Antigo na Universidade Federal Fluminense (UFF) desde 2014, tendo iniciado nossa trajetória na Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2013, com apoio do Laboratório de História Antiga (LHIA-UFRJ). Mais informações, aqui.

EVENTO EM DESTAQUE

bibliografia comentada

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

Parceiros


Fale Conosco

Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

Nosso email: cafehistoria@gmail.com

© 2016   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }