Luiz Décio
  • Masculino
  • Santo Antônio de Jesus - Bahia
  • Brasil
Compartilhar Twitter
  • Blogs de Participantes
  • Tópicos (1)
  • Grupos (2)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de Luiz Décio

  • Kevin de La Tour
  • Isabela Pimentel
  • cristiane terleski
  • Taciane Sandri Anhaia
  • Katarina Macedo Cardoso Freitas
  • Nathalia Topini Lucas
  • Welligton Vivas dos Santos
  • Gizele Zanotto

Discussões de Luiz Décio

 

Página de Luiz Décio

Informações do Perfil

Sobre mim
Estudante de História da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Dedico-me a estudar História das Religiões e gostaria de compartilhar saberes... Obrigado!
Atividade profissional
Estudante
Formação
Graduando
Cidade
Santo Antônio de Jesus

Um pequeno sonho meu!

O que é o PEP?
O PEP é um projeto que visa a introdução de uma matéria de Educação Politica dentro do Ensino Médio.
Qual o Objetivo?
O PEP objetiva instruir os nossos estudantes sobre como funciona os poderes administrativos em suas respectivas funções.
De que forma?
Será implantada uma matéria no Ensino Médio distribuída nos seus três anos de curso.
No 1º Ano a Matéria trabalhará com o poder Executivo e Legislativo Municipal, ou seja, durante todo o ano o professor iria instruir como funciona cada órgão administrativo e quais as suas funções, qual o papel do prefeito, qual o papel do vereador.
No 2º Ano a Matéria trabalhará com o poder administrativo estadual.
Por fim no 3º e último ano trabalhará com o poder federal.
Porque o PEP seria importante?
A lógica da vida se baseia em conhecimento, o conhecimento é poder, a falta do conhecimento trava a nossa sociedade que é muito participativa, porém ainda não sabe onde deve ou não buscar seus direitos. O PEP entende que por meio da informação poderíamos sanar ou minimizar muitos problemas, tais como: Corrupção, falta da participação popular na administração pública entre outros!
O PEP não seria um risco de se trabalhar legendas na sala de aula?
Não, pois o PEP não é dirigido a partido político e sim ao funcionamento do poder político, O que pode ou não pode fazer um prefeito? Qual a função dos vereadores? e etc.
Mas se por ventura o professor resolver usar de má fé e fazer campanha?
O PEP tem como arbitrariedade a participação da Câmara no conteúdo dado na sala de aula, e todo professor que for responsável pelo cargo será alertado do que pode ou não fazer, o mesmo será passado aos alunos.
Qual a possibilidade do PEP entrar em atividade?
Muito remota, pois o idealismo político brasileiro está baseado na velha política da ignorância, fomentada pela corrupção e alimentada pelo corromper!

Caixa de Recados (2 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 12:31 em 2 outubro 2009, Katarina Macedo Cardoso Freitas disse...
No momento não curso nenhuma facudade não, mas pretendo ingreçar na UNEB Campus XIII, em Itaberaba-Ba, com o cuso de Letras.
Às 2:59 em 1 agosto 2009, Welligton Vivas dos Santos disse...
Obrigado, bom conhecimento para você também querido companheiro, abraços!!
 
 
 

Links Patrocinados

documento histórico

Versão digitalizada do decreto que aboliu a escravatura no Brasil, dando origem à Lei Áurea. O documento é assinado pela Princesa Imperial Regente Isabel, pelos senadores Primeiro Vice-Presidente Antônio Candido da Cruz Machado, Primeiro Secretário Barão de Mamanguape e pelo Segundo Secretário do Joaquim Floriano de Godoi. O manuscrito original faz parte do acervo do Arquivo do Senado Federal. Faça aqui o download em alta resolução desta importante peça da História do Brasil: http://goo.gl/ewCcee

Conteúdo da semana

Depoimento do coronel reformado do Exército, Paulo Malhães, ex-agente do Centro de Informação do Exército, que atuou em diversas missões de extermínio de opositores da ditadura e também na Casa da Morte. No depoimento, ele admite tortura, mortes, ocultações de cadáveres e mutilações de corpos.

Cine História

Cortinas Fechadas

Chega aos cinemas brasileiros o drama iraniano dirigido por Kambolza Partovi e Jafar Panahi, “Cortinas Fechadas”.

Sinopse: Vivendo em prisão domiciliar após ter sido condenado pela justiça iraniana, sob a acusação de denegrir a imagem do governo do presidente Mahmoud Ahmadinejad com seus filmes, o cineasta Jafar Panahi tem seu cotidiano apresentado neste filme.

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Fale Conosco

Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

Nosso email: cafehistoria@gmail.com

Parceria: NIEJ-UFRJ

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }