José Luiz
  • Masculino
  • Vila Velha
  • Brasil
Compartilhar Twitter

Amigos de José Luiz

  • Maly Freire
  • Léia Dias de Sousa
  • everson silva
  • Cristiane Vilas Boas Santos
  • Cláudia Cortes
  • Tanara Iser
  • Tereziana
  • Clarice Borges Mendes
  • Diana Tavares
  • Nega Jêje
  • janete ferreira
  • Danielle  Salgueiro.

Discussões de José Luiz

 

Página de J. L. dos Anjos.

Informações do Perfil

Sobre mim
Professor do Curso de Bacharelado em Educação Física da UFES e do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu do CEFD/UFES. Pesquisa em: Esporte e Cultura e Futebol e Cultura.
Atividade profissional
Professor, Pesquisador
Formação
Doutor
Cidade
Vila Velha

Blog de José Luiz

Descendentes de escravos? Existem??

Postado em 5 outubro 2012 às 17:46 5 Comentários

Vejam... muitos autores falam de descendentes de escravos... isso ocorre quando tratam e falam de comunidades quilombolas. Agora vejam: ser escravo é uma relação de contrato da mão-de-obra oferecida e a recompensa por ela.
Nesse caso falar que é descendente de escravos.. é o mesmo falar que é descendente de canavieiro, produtor rural... de lavrador... ou de professor... de engenheiro.. ou seja de alguma profissão...
Quando vão reparar esse equívoco da história??

Caixa de Recados (10 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 22:09 em 2 julho 2011, Diana Tavares disse...

Oi, Luiz

 

Passei muito tempo sem acessar esse site. Você ainda esta interessado na temática o corpo na literatura feminina brasileira do século XIX? Tem muitos estudos sobre como o corpo esta representando nos romances das autoras a partir de 1850...

 

Abr. Diana

Às 20:18 em 24 abril 2009, Clarice Borges Mendes disse...
Escravidão,
Faço minha pesquisa sozinha
(A historiografia da escravidão no Alto Sertão da Bahia, uma análise comparativa)
E vc, pesquisa o quê?
Às 9:42 em 15 dezembro 2008, Nega Jêje disse...
Olá!

para vc ficar sabendo mais um pouco sobre o nosso trabalho visite o nosso blog
www.casadoboneco.blogspot.com

Axé!

Dani
Às 14:45 em 14 dezembro 2008, Tereziana disse...
obrigada pelo convite.Agora podemos trocar conhecimentose experiencias
Às 14:42 em 14 dezembro 2008, Tereziana disse...
ola,obrigada pelo convite.Agora podemos trocar conhecimentos e experiencias
Às 8:09 em 14 dezembro 2008, Tereziana disse...
oi tudo bem .Obrigada pelo convite.Agora iremos trocar ideias e conhecimentos.Um abraço.
Às 20:48 em 13 dezembro 2008, Tereziana disse...
ola obrigada pelo convite podemos agora trocarmos conhecimentos e experiencias
Às 20:38 em 13 dezembro 2008, Tereziana disse...
obrigada pelo convite podemos trocar conhecimentos e experiencias
Às 18:05 em 13 dezembro 2008, Diana Tavares disse...
Oi, José Luiz!!!

Obrigada pelo contato. Diga ai, o que vc conta ...!

abraços fraternos.
Às 19:34 em 9 dezembro 2008, janete ferreira disse...
tudo bem ..desculpe pq demoro a responder ...que bacana que vc e professor..eu sou professora tambem, mas no ensino medio.....um dia chego no superior...eu trabalho na area de cultura e arte..na verdade da historia da arte....
me formei primeiro em pedagogia e depois em artes, ai uni o util ao agradavel...mas na verdade sempre fui amante da historia.............
estou querendo fazer um projeto de mestrado sobre os indigenas guaranis aqui no PR...o que tu achas
bjao
 
 
 

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

Cine História

Saint Laurent

Acaba de chegar aos cinemas o filme "Saint Laurent", de 

Sinopse: Entre os anos 1967 e 1976, o estilista Yves Saint-Laurent (Gaspard Ulliel) reinou sozinho no mundo da alta costura francesa. Esta biografia mostra o seu processo criativo, as fotografias e entrevistas polêmicas, a relação com o marido e empresário Pierre Berger (Jérémie Renier), os casos amorosos extra-conjugais e a relação com o álcool e as drogas, que quase destruíram o império da marca YSL.O avô húngaro de Alex Levy Heller, diretor e roteirista deste documentário, teria escondido um relógio Patek Philippe com seu irmão mais velho antes de ser preso no campo de concentração de Auschwitz. Na busca por esse objeto, Alex faz duas viagens: Uma até a Polônia - atual Romênia e a Israel - usando o relógio como pretexto para descobrir mais sobre a história da sobrevivência de sua família. Na outra, ele entrevista sobreviventes do Holocausto que vieram morar no Brasil, resgatando as memórias dos sobreviventes desse período negro da história

café história acadêmico

Arte: Leia, na íntegra e gratuitamente, o livro “A Era de Caravaggio.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }