O Café História mudou de endereço, plataforma e identidade visual. Clique aqui para conhecer o novo Café História. Nós deixamos de ser uma rede social e somos agora um portal totalmente voltado para a divulgação de história. Nossa principal missão é divulgar o conhecimento histórico produzido nas universidades: para o grande público e para o meio acadêmico. Para entender melhor a mudança, clique aqui. E atenção: o antigo Café História (www.cafehistoria.ning.com) permanecerá online somente até o dia 2 de abril de 2017. Depois disso, todo o seu conteúdo será apagado, inclusive perfis e blogs. Tem algum conteúdo que você queira salvar e não sabe como? Nós temos uma sugestão. Clique aqui e leia o texto até o final. Esperamos contar com você como leitor do novo Café História!

Assine o novo Boletim Café História - receba em seu e-mail nossas novidades

Toda semana nós enviamos um e-mail com as novidades no campo da história e ciências humanas. Quer receber o nosso Boletim Café História? É bem fácil!

Joaquim Fernandes
  • Masculino
  • Porto
  • Portugal
Compartilhar

Amigos de Joaquim Fernandes

  • Flavia Rohdt
  • Marcelo Ishihara
  • Antonio Cícero da Silva(Águia)
  • Jael Flávia de Paiva Araújo
  • Veroni Friedrich
  • Carlos
  • 10pt - Criação Lusófona
  • liana martins de mendonça
  • Tiago Dalponte
  • Victor Vieira
  • Wallace Gonçalves de Souza
  • Antonio José Barbosa de Oliveira
  • Mónica Correia
  • Ludmila Pena Fuzzi
  • Cláudia Vieira Braz
 

Página de Joaquim Fernandes

Informações do Perfil

Sobre mim
Doutor em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com a tese "O Imaginário Extraterrestre na Cultura Portuguesa". Docente na Universidade Fernando Pessoa.
Atividade profissional
Historiador, Professor
Formação
Doutor
Cidade
Porto

O Grande Livro dos Portugueses Esquecidos

Joaquim Fernandes
( Historiador, Universidade Fernando Pessoa )

“O Grande Livro dos Portugueses Esquecidos”

( Temas&Debates&Círculo de Leitores, 2008 )

Prefácio de Carlos Fiolhais:





Cientistas, escritores, matemáticos e inventores que deixaram um importante contributo em áreas como a química, a lógica, a física, a medicina. Resgatando muitas dessas figuras ao esquecimento, o historiador Joaquim Fernandes concretizou uma inédita pesquisa sobre os homens e mulheres que deixaram uma inquestionável marca na História.


«Deveria ser um manual escolar.»
Tiago Cavaco, Revista Ler

«É revelador que O Grande Livro dos Portugueses Esquecidos seja também e em grande medida uma colecção dos mais nobres traidores da Pátria. Traição aqui como a mais sublime devoção possível a um país. Boa parte desses valorosos concidadãos foi em vida apelidada de Judas pela sua própria terra. O mínimo que se espera é postumamente fazer justiça às suas memórias.»
Tiago Cavaco, Revista Ler

Sabia que na corte de Catarina, a Grande, existia um médico português? Próximo da czarina, Ribeiro Sanches serviu a soberana russa sendo considerado um dos grandes percursores da reforma pombalina. Em Londres ardeu em praça pública Cavaleiro de Oliveira, escritor e diplomata que não se quis calar editando polémicos escritos. Encarcerado na Junqueira morreu aquele a que os alemães chamaram de “Newton português” – Bento de Moura, físico e inventor. Herói da independência do Brasil, Andrade da Silva descobriu o terceiro elemento químico, o lítio.

Talentosos, lutadores e por vezes ignorados em vida, contam-se os atribulados percursos de vida de homens e mulheres que, dentro ou fora do país, deixaram um inquestionável contributo.

Esquecidos, mas de extraordinárias vidas, é na verdade uma aventura a descoberta destes portugueses pelo mundo...


Do Prefácio:

«A identidade nacional faz-se a partir da memória, mas a memória portuguesa é estranhamente selectiva. O historiador Joaquim Fernandes, neste seu livro bem documentado sobre os "portugueses esquecidos", vem lembrar-nos muitos nomes que, apesra de o merecerem, não têm conseguido passar no crivo da nossa memória colectiva. As razões serão as mais variadas. Mas talvez a mais comum seja o facto de grande parte desses notáveis se terem ausentado do seu país natal (ou permanecido ausentes do país natal de seus pais). Muitos deles perseguidos na sua própria terra foram para longe e ficaram longe na nossa memória. Outros ficaram por cá, desafiando condições difíceis, mas foi como se tivessem ido para longe. Também foram injustamente ignorados.»


Da Introdução: (...)

“Invocamos neste inventário – que não poderia ser definitivo, antes ilustrativo – o tríptico em que assenta o afrontamento e a incompreensão da sociedade portuguesa perante muitos criadores e pensadores da diversidade científica e cultural, das heterodoxias ideológicas e religiosas: errância, ignorância, intolerância, definem, a nosso ver, os nódulos conflituais que resulta(ra)m do cruzamento entre as minorias mais inconformistas e o corpo maioritário da nação.
Pretende-se com esta divulgação histórica recuperar a memória de um longo cortejo de portugueses cuja obra, vilipendiada ou cerceada por obstáculos ideológicos vários, se diluiu nas ruínas de uma injusta amnésia colectiva. De uma forma didáctica, este espaço visa ajudar à formação de uma opinião leitora mais crítica que propicie novos espaços para a tolerância, incentive o reforço da nossa auto-estima comum e incorpore um conhecimento mais justo dos préstimos da cultura científica portuguesa para a constituição do saber universal. (...)”

Blog de Joaquim Fernandes

Moradas Celestes. O Imaginário Extraterrestre na Cultura Portuguesa

Postado em 21 março 2014 às 7:47 0 Comentários

Caros amigos,
Tenho o maior gosto em anunciar o lançamento do meu novo livro " Moradas Celestes. O Imaginário Extraterrestre na Cultura Portuguesa ( séculos XVII-XIX)"  (ed. Âncora Editora, Lisboa, 2014) ,…
Continuar

  Viva,    Caro Director,     Venho dar-lhe nota da recente publicação do meu novo livro, o 1º volume da "História Prodigiosa de Portugal. Mitos&Maravilhas".  Vol. I. ( Quidnovi ).    http://www.wook…

Postado em 11 janeiro 2013 às 11:14 1 Comentar

 
Viva, 
 
Caro Director,
 
 
Venho dar-lhe nota da recente publicação do meu novo livro, o 1º volume da "História Prodigiosa de Portugal. Mitos&Maravilhas".  Vol. I. (…
Continuar

Estruturas descobertas nos Açores poderão ser Cartaginesas

Postado em 4 julho 2011 às 5:36 0 Comentários

De acordo com o investigador Nuno Ribeiro que dirige uma equipa da APIA - Associação Profissional de Investigação Arqueológica - de Portugal,em trabalhos de campo nas ilhas dos Açores, mormente Corvo, Santa Maria e Terceira, torna-se cada vez mais plausível aceitar que aquele arquipélago foi visitado na Antiguidade, muitos séculos antes da sua (re)descoberta pelos Portugueses no século XV. Segundo informação recebida de Nuno Ribeiro,…

Continuar

"O Cavaleiro da Ilha do Corvo" finalmente editado no Brasil

Postado em 18 abril 2011 às 5:00 0 Comentários

Descoberta dos Açores:

Editor Paulo Levy fala com Via Fanzine

O editor Paulo Levy falou com Via Fanzine sobre "O Cavalheiro da Ilha do Corvo"…

Continuar

"De Outros Mundos. Portugueses e Extraterrestres no século XX" INÉDITO

Postado em 27 novembro 2009 às 13:30 0 Comentários

Amigos(as),



No âmbito de um a investigação levada a cabo no CTEC, da Universidade Fernando Pessoa, acaba de ser editada a antologia “De Outros Mundos. Portugueses e Extraterrestres no século XX”, uma visão multidisciplinar que, pela primeira vez, trata do ponto de vista científico esta controversa matéria, numa revisão das crenças, leituras e interpetações das experiências insólitas alegadas por cidadãos portugueses ao longo do século XX.

São 19 trabalhos de 23 investigadores… Continuar

Caixa de Recados (15 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Às 0:16 em 15 março 2013, Evelyanne Cavalcanti de L.Freire disse...

Obrigada Joaquim, pela indicação da leitura. Vou dar uma olhada. Agradecida!!

Às 14:49 em 2 março 2013, João Roberto Laque disse...

BOA TARDE:

PEDRO LOBO DE OLIVEIRA É UM HERÓI DE CARNE E OSSO E DESCONHECIDO DOS BRASILEIROS.

FOI UM DOS HOMENS MAIS TEMIDOS PELOS MILITARES DURANTE OS ANOS DE CHUMBO. FUNDOU A VPR DE CARLOS LAMARCA, INVADIU BANCOS, EXPLODIU QUARTÉIS E EXECUTOU A TIROS UM CAPITÃO NORTE-AMERICANO PARA LEMBRAR O 1º ANIVERSÁRIO DA MORTE DE CHE GUEVARA.

PRESO, TORTURADO E DEPOIS BANIDO, TREINOU GUERRILHA EM CUBA, ESCAPOU DA MORTE NO CHILE E VIVEU POR OITO ANOS NA ALEMANHA ORIENTAL, ATRÁS DA CHAMADA CORTINA DE FERRO.

HOJE CAPITÃO PM, PEDRO TEM 83 ANOS E MORA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. SUA HISTÓRIA ESTARÁ NOS CINEMAS NO INÍCIO DE 2014.

CONHEÇA UM POUCO MAIS DA VIDA ÍMPAR DESTE GUERRILHEIRO E DA HISTÓRIA RECENTE DO BRASIL ASSISTINDO ESTE VÍDEO:

http://www.youtube.com/watch?v=1_HB4GzIpII 

Veja mais sobre Pedro Lobo em http://osanosdechumbo.blogspot.com.br/

Às 22:58 em 21 janeiro 2013, Antonio Cícero da Silva(Águia) disse...

Com prazer, meu caro Joaquim... Finalmente, estamos na mesma sintonia... Parabéns e abraços...

Às 17:16 em 21 janeiro 2013, Joe Rhou disse...

Caro amigo do além-mar,

Li o resumo de seu livro e pareceu-me muito interessante. Solicitarei a um amigo que adquira sua obra para mim. Levarei o seu trabalho ao conhecimento de outros amigos.

Grato pela dica.

Abraço!

Às 19:08 em 20 janeiro 2013, Jefferson disse...

Obrigado por compartilhar a referência de seu livro, realmente parece interessante! Digo ainda que tenho sua tese e ainda não li devido a prioridade que tenho dado a outras leituras para minha pesquisa!
Abraços

Às 11:14 em 18 janeiro 2013, joanilson da silva santos disse...

 Boa tarde! sucesso! pelo lançamento da obra, pois só a história como rainha das ciências, é o elo que nos liga ao cotidiano memorável entre o passado e o presente.

Cordialmente:

 Joanilson da Silva Santos.

Às 17:33 em 16 janeiro 2013, Semíramis libonati disse...

Boa noite! Joaquim Fernandes. Parabéns!

Às 9:59 em 16 janeiro 2013, Julio Wohlgemuth disse...

Caro Joaquim Fernandes

Obrigado! E parabéns pelo lançamento de seu novo livro!

Julio Wohlgemuth

Às 9:26 em 16 janeiro 2013, Fernando Pinto da Silva disse...

Caro Sr. Joaquim, 

Parabéns pelo lançamento. A apresentação que o senhor fez da obra deixou-me vivamente interessado. 

Às 9:08 em 16 janeiro 2013, Antonio de Paiva Moura disse...

Caro Joaquim Fernandes:

Devo enviar-lhe pelo Correio, um trabalho meu editado em 2007, intitulado "América Latina: fatores ideológicos na colonização".  Parece conter a mesma orientação crítica de seu trabalho.  Mandarei para o endereço que vocês disponibilizou. 

Cordialmente.

Antônio de Paiva Moura

 
 
 

Boletim Café História

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }