O Café História mudou de endereço, plataforma e identidade visual. Clique aqui para conhecer o novo Café História. Nós deixamos de ser uma rede social e somos agora um portal totalmente voltado para a divulgação de história. Nossa principal missão é divulgar o conhecimento histórico produzido nas universidades: para o grande público e para o meio acadêmico. Para entender melhor a mudança, clique aqui. E atenção: o antigo Café História (www.cafehistoria.ning.com) permanecerá online somente até o dia 2 de abril de 2017. Depois disso, todo o seu conteúdo será apagado, inclusive perfis e blogs. Tem algum conteúdo que você queira salvar e não sabe como? Nós temos uma sugestão. Clique aqui e leia o texto até o final. Esperamos contar com você como leitor do novo Café História!

Assine o novo Boletim Café História - receba em seu e-mail nossas novidades

Toda semana nós enviamos um e-mail com as novidades no campo da história e ciências humanas. Quer receber o nosso Boletim Café História? É bem fácil!

Ana Parreira
  • Feminino
  • Campinas, SP
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de Ana Parreira

  • Nilton Salvador
  • Wesley da Silva
  • CLAUDIONEY HENRIQUE DA SILVA
  • Paula Castro Almeida
  • Marcelo Silveira
  • Samantha Thiesen B.
  • Luiz Fernando Goulart
  • Bruno Leal
 

Página de Ana Parreira

Informações do Perfil

Sobre mim
Psicóloga, publicitária, escritora, tradutora, revisora e redação de conteúdo, também cursei Letras incompleto.
Dou curso e palestra assédio moral, com livro publicado "Assédio Moral - Um Manual de Sobrevivência", edit. Russell.
Há cinco anos estudo o Holocausto e o nazismo, relacionado à psicologia, sociologia e valores humanos.
Desenvolvi um método de ensino do Holocausto para pais e mães, alunos e professores, que procuro levar às escolas, empresas, e também às vezes formamos pequenos grupos particulares. Vejo o período do Holocausto como uma espécie de "código genético" do comportamento humano e gosto muito de transmitir o que vou aprendendo pelo caminho. No entanto, a vastidão das lições do Holocausto e as descobertas que faço, todos os dias, me deixa atônita. O Holocausto ensina a pensar. Ensina a escapar das limitações do pensamento pronto e a atingir o estágio de Sócrates: "Só sei que nada sei".
Inclusive porque, com tantos milhões de histórias de pessos vítimas do nazismo, ainda hoje espalhadas por tantos países, e até mesmo no Brasil, o material sobre a Shoah é infinito.
Gostaria de conhecer professores e pessoas interessadas neste período.
Se quiser levar uma palestra ou curso sobre a Shoah (Holocausto) para sua escola ou empresa, entre em contato conosco.
Atividade profissional
Pesquisador
Formação
Graduado
Cidade
Campinas
"Poucas pessoas sabem que elas têm o poder de tornar a vida bendita. Nós abençoamos a vida um no outro, muito mais do que imaginamos. Muitas coisas simples e corriqueiras que nós podemos fazer afetam os outros ao redor, de maneira profunda: um telefonema inesperado, um breve toque, a disposição de ouvir com generosidade, um olhar ou um sorriso amigo. Podemos tornar benditos até mesmo estranhos - e ser abençoados por eles." (trad. livre)

Few people know that they have the power to bless life. We bless the life in each other far more than we realize. Many simple, ordinary things that we do can affect those around us in profound ways: the unexpected phone call, the brief touch, the willingness to listen generously, the warm smile or wink. We can even bless total strangers and be blessed by them."
Rachel Naomi Remen, M.D.

Caixa de Recados (8 comentários)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Às 8:29 em 4 fevereiro 2013, Bruno Leal disse...

Salve, Ana! Feliz aniversário!

Desejo-lhe um excelente dia.

Abraço

Às 14:41 em 15 outubro 2010, Nilton Salvador disse...
Olá Ana.
Grato pela acolhida.
Às 19:17 em 14 abril 2010, Paula Castro Almeida disse...
Oi Ana!
obrigado por me aceitar, espero que possamos, em breve, além de nos conhecermos, também trocar informações tanto sobre História quanto sobre psicologia, outra área que admiro muito!
abç
Às 21:44 em 10 fevereiro 2010, Ana Parreira disse...
Falou, Bruno, e sempre e sempre parabéns e obrigada pelo delicioso Café História!
ando meio ausente, mas é uma correria temporária, espero contribuir mais vezes,
porque aprender eu aprendo aqui toda vez que entro mesmo sem acessar.
Grande abraço
Ana
Às 17:07 em 27 janeiro 2010, Bruno Leal disse...
Boa noite, Ana.

Obrigado!! Qualquer coisa, escreva!

Abraços e uma ótima semana.

Bruno Leal
Às 8:10 em 27 janeiro 2010, Ana Parreira disse...
Claudioney, obrigada pela msg e vou ver a sua página, valeu
abraço
Ana
Às 10:52 em 19 janeiro 2010, CLAUDIONEY HENRIQUE DA SILVA disse...
Olá
Ana
muito prazer meu email claudioneysilva@hotmail.com
Sou um grande alimentador de hirt´rias da II guerra ;/2 grande Guerra
Um abraço
Claudioney
Às 19:29 em 15 janeiro 2010, Bruno Leal disse...
Boa noite, Ana!

É um prazer ser seu amigo virtual no Café História!

Obrigado pelo convite!

Abraços

Bruno Leal
 
 
 

Boletim Café História

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }