Ana Márcia Linhares
  • Feminino
  • Rio de Janeiro
  • Brasil
Compartilhar Twitter
  • Blogs de Participantes
  • Tópicos
  • Grupos
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos
 

Página de Ana Márcia Linhares

Informações do Perfil

Sobre mim
Após 30 anos de prática ininterrupta de Yoga e 29 a ensinando, estou iniciando um trabalho próprio ligado a esta Arte milenar da Índia, mas que veio parar tam bém aqui, no Rio de Janeiro. Não tenho o objetivo de criticar nenhum trabalho já existente. Só tento apresentar mais uma visão sobre o assunto. Baseando-me nas práticas de meditação do Yoga e do Budismo, e em meus estudos de História, Antropologia e Filosofia, conclui que uma mistura saudável e consciente do Yoga indiano com determinados elementos de nossa própria cultura, pode ser um dos caminhos para lidarmos com as diferenças entre estes dois universos culturais . O mais difícil é descobrirmos uma forma de não descaracterizarmos a prática hindu, e, ao mesmo tempo, não nos descaracterizarmos. Não é necessário modificar as práticas, mas a nossa avaliação sobre elas.Suavidade e firmeza serão necessárias para tal empreendimento.
Além de praticar e ministrar aulas de Yoga em meu estúdio no Rio de Janeiro há vários anos, cursei faculdades de História (USU) e de Filosofia (IFCS/ UFRJ).
Atividade profissional
Professor
Formação
Graduado
Estado
rio de janeiro
Cidade
rio de janeiro

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 9:51 em 21 março 2012, Bruno Leal disse...

Feliz aniversário, Ana! Parabéns!

Desejo um excelente dia para você!

Abraço

 
 
 

Links Patrocinados

Cine História

Sobrevivente

Chega aos cinemas o filme islandês "Sobrevivente", de Baltasar Kormákur. 

Sinopse: Durante o inverno de 1984, um barco pesqueiro naufraga no Atlântico Norte, nas proximidades da Islândia. Os tripulantes tentam sobreviver, mas as águas geladas impedem que essa tarefa seja facilmente concluída, restando apenas Gulli (Ólafur Darri Ólafsson), um homem bom, de fé, querido por todos, e com uma vontade de viver inacreditável. Após nadar por cerca de seis horas e enfrentar vários percalços, ele consegue contato com a civilização. Após a incrível experiência vivida, Gulli terá ainda que viver com a dor da perda dos amigos e, pior, a incredulidade de todos, que não entendem ele ter sobrevivido a uma situação tão extrema e insistem em fazer testes para saber como isso pode ter acontecido. Baseado em fatos reais.

documento histórico

Guerra do Paraguai: Prédios paraguaios após a Guerra do Paraguai s.l., [186-]. Arquivo Polidoro da Fonseca Quintanilha Jordão. Fonte: Arquivo Nacional

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }