Alessandra Belo Assis Silva
  • Feminino
  • Juiz de Fora-MG
  • Brasil
Compartilhar
  • Blogs de Participantes
  • Tópicos
  • Grupos (3)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de Alessandra Belo Assis Silva

  • Daniela Oliveira
  • Isabela Pimentel
  • Leonardo Cohen
  • Antonio Gasparetto Júnior
  • Fernanda
 

Página de Alessandra Belo Assis Silva

Informações do Perfil

Sobre mim
Possuo Gradução em História pela Universidade Federal de Juiz de Fora - MG (UFJF) no ano de 2010 e habilitação em Patrimônio Histórico pela mesma Universidade. . Atualmente pesquiso as experiências dos trabalhadores na Justiça do Trabalho e faço também pós lato sensu em "História e Cultura Afro-brasileira e africana".
Atividade profissional
Historiador, Professor, Estudante
Formação
Pós-Graduando (L.sensu)
Estado
MInas Gerais
Cidade
Juiz de Fora

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Cafe Historia para adicionar comentários!

Entrar em Cafe Historia

Às 12:24 em 26 outubro 2010, Daniela Oliveira disse...
Alêzinha! =)
 
 
 

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

FIFA: Na última semana, o escândalo envolvendo a FIFA, entidade máxima do futebol, ganhou o noticiário internacional. Neste sentido, o Café História sugere a leitura da tese de doutoado de Sérgio Settani Giglio, da USP, intitulada "COI x FIFA: a história política do futebol nos jogos olímpicos". Esta tese, segundo o autor, trata da constituição do campo esportivo (BOURDIEU, 1983) do futebol nos Jogos Olímpicos. Clique aqui para conferir. 

bibliografia comentada

Cine História

Crimes Ocultos

Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Crimes Ocultos”, do diretor Daniel Espinosa ( “Protegendo o Inimigo”). O filme, que é uma produção entre Estados Unidos, República Tcheca, Reino Unido e Romênia, traz no elenco nomes como Tom Hardy e Gary Oldman.  

Sinopse: Durante o governo stalinista na União Europeia, um oficial da segurança ouve falar de um país onde o número de assassinatos de crianças é muito alto, a ponto de se considerar a existência de um serial killer. O Estado não quer saber do caso, que pode ter conexões com altos funcionários do governo, e exila o oficial para que ele não possa prosseguir com a análise dos fatos. No entanto, este homem obstinado decide chamar a sua esposa para investigarem o caso por conta própria.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }