Projeto e Pesquisa em História

Informação

Projeto e Pesquisa em História

O Projeto e a Pesquisa em História representam momentos-chave da experiência do pesquisador. Traga suas idéias e dúvidas e mãos à obra... Bem-vindos !

Membros: 1177
Última atividade: 20 Fev

Fórum de discussão

O q vc pesquisa no momento?

Iniciado por Taty Maria. Última resposta de Michelsen Diógenes de Oliveira 6 Jul, 2016. 152 Respostas

Estou muito perdida no que falar

Iniciado por patricia lino. Última resposta de Fred 30 Mar, 2016. 1 Resposta

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Projeto e Pesquisa em História para adicionar comentários!

Comentário de Ronaldo Cristiano Prati em 14 julho 2015 às 9:00

Projeto de pesquisa quer sua colaboração para construção de rede social histórica a partir de documentos da ditadura militar

Como as pessoas se relacionam? Em que lugares sem encontram? O que fazem juntas? Hoje em dia, com o advento de redes sociais virtuais como Facebook, Twitter, LinkedIn, etc, muitas dessas iterações ficam registradas e podem ser utilizadas para estudar fenômenos sociais, como a primavera árabe, Ocupy Wall Street, entre outros, a partir dos registros em redes sociais.

Entretanto, o estudo de fenômenos históricos é mais difícil pois requer a análise de documentos históricos para encontrar essas iterações. Esse processo é demorado, pois requer a análise manual desses documentos. Além disso, algumas situações, como o período da ditadura militar brasileira, tem uma grande quantidade de documentos, e muitos deles ainda estão inexplorados. 

Nesse projeto de pesquisa, desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal do ABC (UFABC), visamos construir ferramentas computacionais (programas) capazes de extrair informações de documentos históricos.  O objeto é construir uma “rede social histórica” a partir dos documentos disponíveis digitalmente, identificando pessoas, instituições, datas, etc., e seus relacionamentos em eventos, lugares, interesses, etc.

Para isso, precisamos “ensinar” o computador a analisar esses documentos para extrair essas informações. Nessa primeira etapa, estamos treinando o computador a transcrever as fotografias das fichas para texto, para na segunda fase extrairmos as informações. E para uma maior efetividade, o computador deve ser treinado/ensinado a reconhecer as letras das fichas por meio de exemplos... muitos exemplos! A ideia é que quanto mais transcrições nós conseguirmos, melhor o computador aprenderá. E você pode nos ajudar a criar essa base de exemplos!

Como posso ajudar?

A partir de uma amostra de 500 fichas (existem mais de 400 mil) do DEOPS - Departamento de Ordem Política e Social do Estado de São Paulo, construímos uma base inicial de exemplos maneira automática. Mas como os programas não foram treinados a partir de documentos datilografados (como é o caso das fichas do DEOPS), e também não funcionam bem com o português, eles tem muitos erros de transcrição. Por isso, precisamos da sua colaboração. Você pode ajudar corrigindo algumas dessas transcrições, para que possamos ajustar/calibrar nossos modelos/programas. Você pode colaborar de duas maneiras

Pelo computador, acesse:

http://www.crowdcrafting.org/project/androdeops/

e clique em “Start Contributing Now!”

Pelo celular, instale o aplicativo AndroDeops:

https://play.google.com/store/search?q=androdeops

que funciona em aparelhos com o sistema operacional Android

Você receberá um pedaço (uma linha) de uma dessas 500 fichas junto com a transcrição atual (automática, com erros), e poderá corrigir a transcrição e nos enviar. 

Para mais informações, você pode entrar em contato pelo e-mail

ronaldo.prati@ufabc.edu.br

ou facebook

https://www.facebook.com/androdeops

Comentário de DANIEL RAMOS CANELA em 13 agosto 2014 às 19:29

Um convite aos colegas

Comentário de Cristiano Santos Carmo em 6 agosto 2014 às 20:45

Olá colegas de profissão, participem do grupo A História do Historiador, já tem fórum de discussão: Pistas falsas...

Comentário de Zulma Sônia de Paula em 15 julho 2014 às 12:33

André, também acho interessante falar sobre a memória que as pessoas têm sobre o intervalo entre as aulas, o popular "recreio" e o significado que ele tem para os alunos, os professores e a direção. Nunca vi um trabalho sobre esse assunto e acho que poderia ficar legal. 

Comentário de Zulma Sônia de Paula em 15 julho 2014 às 12:30

Sim, Licínio. Entre em contato com trabalhos.escolares.09@gmail.com

Comentário de Licínio em 15 julho 2014 às 8:49

Olá Zulma,

pesquiso sobre a organização da instrução primária em Minas Gerais nas primeiras décadas da Primeira República e me interessei por este material. Você pode disponibilizá-lo para mim também?

Comentário de Zulma Sônia de Paula em 14 julho 2014 às 23:42

Oi, André. Tenho um trabalho sobre a marcação do tempo na escola brasileira, desde o século XIX. Se quiser, posso te enviar. Me mande um e-mail para trabalhos.escolares.09@gmail.com

Comentário de André Gustavo Bezerra Sabino em 14 julho 2014 às 19:21

Minha área de atuação e a teoria da historia. Minha area de interesse são os estudos relacionados ao tempo e a memoria ao longo da historiografia. estou lendo Michel de Certeau, a escrita da historia. E também Paul Ricoeur, em sua analise sobre o tempo, em sua obra Tempo e Narrativa. Mas, acredito estar meio perdido, pois não sei muito bem trabalhar essa tematica. Alguem teria essa ideia?

Comentário de Elizabeth W R Torresini em 11 julho 2014 às 14:54

Gostaria de recomendar o blog Métodos da História, onde você encontrará um modelo de projeto de pesquisa histórica, modelo de relatório e de monografia, assim como textos sobre metodologia, noções de tempo (diacronia e sincronia), formulação do problema de pesquisa, definição do método, práticas historiográficas, entre outros aspectos. 

Comentário de Reinaldo Seriacopi em 3 junho 2014 às 17:05

Professores, tomo a liberdade para deixar a sugestão de dois endereços na internet inteiramente voltados ao professor de História do ensino básico.

Um deles é o site www.historiaeimagem.com. br e o outro é a fanpage do FB www.facebook.com/historiaeimagem.

Em ambos os endereços, existem muitas dicas e sugestões que podem ajudar o professor em seu dia a dia na sala de aula.

 

Membros (1175)

 
 
 

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }