Informação

História da Educação

Membros: 211
Última atividade: 10 Mar, 2015

Fórum de discussão

O GRUPO ESCOLAR NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Iniciado por Jorge Carvalho do Nascimento. Última resposta de Bruno Leal 31 Ago, 2014. 4 Respostas

AS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS

Iniciado por Jorge Carvalho do Nascimento. Última resposta de Bruno Leal 2 Jun, 2011. 3 Respostas

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de História da Educação para adicionar comentários!

Comentário de Eber Tardelli Ambrósio em 10 abril 2014 às 9:55

Olá pessoal, sou formado em Letras e Teologia, faço pesquisas sobre história da Educação Grega e no período Medieval, e as influências da igreja. Estou em busca de uma especialização para aprofundar meus conhecimentos.

Comentário de Evelyanne Cavalcanti de L.Freire em 29 março 2014 às 22:51

Olá sou graduada em História e Pedagogia e faço mestrado em História da Educação, na UFPB. Pesquiso sobre os Grupos Escolares na Paraíba, e agora no mestrado me deterei a estudar um grupo escolar em específico, do meu Estado. Gostaria de trocar informações, textos e experiências sobre trabalhos que também tratem de Grupos Escolares, bem como da política educacional. O período que trabalho vai dos anos 40 aos 70. Fiquei muito contente em encontrar esse grupo, que me pareceu bem ativo, espero dialogar com os demais membros do grupo, de forma efetiva. 

Comentário de Eder Carlos Cardoso Diniz em 2 maio 2013 às 17:45

Olá pessoal! Sou formado em história e faço mestrado em educação. Estou pesquisando a história do sindicalismo docente no Brasil! Vamos nos falando! Abs!

Comentário de Pedro E. Freitas em 5 março 2013 às 9:01
Alexandre; Procure pelos livros de José Pacheco. Dependendo do que vc precise, o "Escola da Ponte; ação e transformação na educação" discute o método que ele, com os demais professores desta escola, se utilizou para transformá-la. Os demais livrosdele discutem também a forma como a educação deveria buscar ser. Obviamente, todos os livrtos de Paulo Freire estão dentro desta pedagogia, assim como diversos publicados pelo Instituto Paulo Freire. Se quiser, Henry Giroux é um exelente pensador, difícil de achar aqui no Brasil.
Espero ter ajudado.
Abraços
Comentário de Alexandre Wellington dos Santos em 4 março 2013 às 5:45

Alguém com pesquisas voltadas para a Pedagogia Libertária? Preciso de indicações de livros...

Comentário de Tattiana Tessye em 16 fevereiro 2012 às 9:00
Realmente Bianca, a descontinuidade é um aspecto que merece ser estudado! E a luta pela garantia de plíticas contínuas e mais efetivas deve ser algo presente no cotidiano do professor e do pesquisador! A história da educação certamente muito pode contribuir com esse debate. Talvez, um primeiro passo seja tratar essa disciplina nas faculdades, da forma como o Blocch pensou a história: é necessári sabermos sobre o passado para que possamos aprender com ele, tentando não repetir os mesmos erros...
Comentário de Bianca Martins Felix Lazarini em 14 fevereiro 2012 às 6:01

Parabéns Francisco que sua jornada seja muito produtiva, educação é mesmo uma delícia!!! História da educação então nem se fala!!!

Comentário de FRANCISCO GOMES VILANOVA em 13 fevereiro 2012 às 9:40

Olá... Estou chegando a este grupo com o intuito de trocar experiencias com estudantes e pesquisadores da historia da educação, pois estou foi aprovado no mestrado de educação da UFPI venho realizando estudos sobre historia e memoria de professores aposentados do Piauí.

Comentário de Bianca Martins Felix Lazarini em 12 fevereiro 2012 às 21:33

Tattiana Tessye gostei do seu ponto de vista, mas acredito que a própria descontinuidade torna um ponto a ser pesquisado pela história, uma vez que esta descontinuidade não é fruto do acaso!!! sei que parece pouco o que fazemos, mas discutir a ausência de políticas já é o primeiro passo, pois conhecer o problema é a melhor estrategia antes do combate

Comentário de Tattiana Tessye em 12 fevereiro 2012 às 19:33

A História da Educação é realmente fascinante! No entanto, acho que pouco aprendemos com ela, e por um motivo muito simples: a descontinuidade das políticas e ao mesmo tempo, a ideia fixa de tratar a educação como salvacionista. Educação é preciso, mas com ela devem vir políticas sociais, e uma plena experiência de vida cidadã numa escola pública de qualidade. E que significa isso? Condições de trabalho, salários dignos, professores que de fato saibam dar significado ao que estão ensinando...enfim, é necessário que aprendamos com a História, ao invés de apenas ficarmos repetindo e divulgando fatos.

 

Membros (208)

 
 
 

café história acadêmico

Lançamento: A 13ª Edição da Revista Ars Histórica está no ar cheia de novidades. Nesta edição, os leitores encontrarão o dossiê "Império Português em Perspectiva: Sociedade, Cultura e Administração (XVI-XIX)" apresentado pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Jucá, PPGHIS-UFRJ. Clique aqui para conferir na íntegra.

bibliografia comentada

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

Fale Conosco

Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. cafehistoria@gmail.com

dicas de dezembro

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }