Informação

História Cultural

Espaço dedicado para a discussão dos objetos de estudo da chamada História Cultural. Moda, tradições, mídia, teatro, artes, idéias, pensamentos e muito mais, Qual o seu tema de interesse? Vamos trocar idéias!

Membros: 1030
Última atividade: 6 Fev

História Cultural

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de História Cultural para adicionar comentários!

Comentário de Gabriel Arcelino do Rêgo em 6 fevereiro 2017 às 15:59

É com enorme satisfação que a "Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s)” lança ao público o seu sétimo número.

Nesta edição apresentamos um total de quatorze trabalhos escritos desde de doutorandos a graduandos. Publicizando um dossiê sobre "História e Educação" organizado pela Prof. Dra. Fátima Maria Leitão Araújo (UECE) e pela Prof. Dra. Isaide Bandeira da Silva, além de uma serie de artigos livres, resenha e outras histórias... 

Confira a publicação: https://goo.gl/AW7hsu

APRESENTAÇÃO
Gabriel Arcelino do Rêgo, Reverson Nascimento Paula, Fátima Maria Leitão Araújo

Dossiê Temático:

DITOS E ESCRITOS SOBRE OS ESTUDOS AMAZÔNICOS, NO ENSINO BÁSICO, DO ESTADO DO PARÁ.
Tiese Teixeira Júnior

HISTÓRIA E MEMÓRIA ESCOLAR DE JOVENS ENCARCERADOS EM UM MUNICÍPIO DO MARAJÓ – PARÁ
Michele de Nazaré Oliveira Balieiro, Sônia Maria Pereira do Amaral, Enil do Socorro de Sousa Pureza

A REPRESENTAÇÃO DO NEGRO NOS LIVROS DIDÁTICOS DO COMPONENTE CURRICULAR- HISTÓRIA- FUNDAMENTAL I
Liliane Pereira Sousa

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: UM DESTAQUE PARA AS SALAS DE AULA NA PRESERVAÇÃO CULTURAL
Brenda Lethicia da Silva Lobato, Sabrina Gomes de Oliveira

ENTRE O VER E O SENTIR: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DA TURMA DE 1° ANO A RESPEITO DAS MULHERES DO SÉCULO XIX POR MEIO DE ICONOGRAFIAS
Kelly Caroline Appelt

Artigos Livres:

O ROÇADO COMO PAISAGEM DE UM ESPAÇO HISTORICAMENTE CONSTRUÍDO: RELAÇÕES DE SOLIDARIEDADE NA PLURALIDADE
Angela Rebelo da Silva Arruda

ESCRAVIDÃO NO BREJO PARAIBANO: FORMAÇÃO DE FAMÍLIAS ESCRAVAS NA ALAGOA GRANDE OITOCENTISTA (1862-1872)
Hezrom Vieira Costa Lima

O JORNALISMO CEARENSE NAS DÉCADAS DE 1920 E 1930: AS RELAÇÕES ENTRE “INFORMATIVO” E “OPINATIVO”
Benedita Sipriano

A CONQUISTA DE ANDALUZIA PELO ALMUADEM DE ORÓS: RAIMUNDO FAGNER E A INCORPORAÇÃO DE SUA HERANÇA CULTURAL HIBRIDA NO SEU LONG PLAY TRADUZIR-SE (1981)
Stênio Ronald Mattos Rodrigues

UMA ANÁLISE SOBRE A RELAÇÃO ESTÉTICA E A MODA FEMININA NA PARIS DO FINAL DO SÉCULO XIX: REFLETINDO OLHARES DE BENJAMIN
Aliria Aiara Duarte Lemos

GÊNERO E FEMINISMOS: RESISTÊNCIAS À DITADURA MILITAR NO CEARÁ.
Sarah Pinho da Silva

Resenha:

FAZER-SE COMANDANTE NA COLÔNIA
José Airton Ferreira da Costa Júnior

Enquanto isso... Outras histórias:

AMOR EM TEMPOS REVOLUCIONÁRIOS
Rafael José Nogueira

UMA VIAGEM AO PASSADO: CONVERSANDO COM OS MORTOS
Thiago Acácio Raposo

 https://www.facebook.com/revista.bilros

Comentário de Rodrigo Pedroso em 2 junho 2016 às 10:18

http://revistas.pucsp.br/index.php/cordis/article/view/28095/19767

Entre ficção e realidade: Robocop e a crítica do colapso da sociedade neoliberal

Lilian Marta Grisolio Mendes, Rodrigo Aparecido Araújo Pedroso

Resumo


O objetivo principal deste artigo é analisar como as três produções cinematográficas do personagem Robocop (1987-1993) estabeleceram um diálogo crítico com determinadas políticas sociais e econômicas do projeto neoliberal que estavam sendo implementadas nos EUA no período em que foram produzidas.

Palavras-chave


Ficção científica; Cinema; Neoliberalismo
Comentário de Rodrigo Pedroso em 13 janeiro 2016 às 13:33

DIVULGANDO

Artigo publicado, na REVISTA CONTEMPORÂNEA. Quem quiser ler é só fazer o download o nome do texto é:

"A Guerra do Vietnã e suas representações nas histórias em quadrinhos do Capitão América (1965 - 1970)"

http://www.historia.uff.br/nec/revista-contemporanea-dossie-8-guerr...

Comentário de Reinaldo Pedreira C da Silva em 6 janeiro 2016 às 10:51

Saudações Bruno Leal!!!! Grato por fazeres um comentário. A história cultural dos meios de comunicação do mundo moderno (Revolução Francesa), que eu saiba começou a ser feita por Balzac (do ponto de vista literário) no romance Ilusões Perdidas (Bruno concordo contigo fiz uma simplificação, mas proposital para descrever a essência da indústria de manipulação do tempo livre). Alguns entravam no jogo da indústria cultural para criticá-la por dentro. (A Tropicália no auge da hegemonia revolucionára das massas fazia este jogo como uma proposta de vanguarda. Zuza Homem de Mello tratou da Era dos Festivais) (Já Flávio Cavalcante fazia a denuncia da mercantilização da notícia por dentro do jogo e de maneira invertida:"O importante não é a verdade, mas a versão dos fatos", insistia ele. Até o Diabo encarnado apareceu na TV. Bilieve or not!!!!) Estou aprendendo a usar os meios de comunicação digital (Tenho um canal no youtube com cerca de 83 vídeos, é só procurar pelo reinaldo pedreira lá, o canal cinemático com uma estética dialética).  Orson Wells, no filme Cidadão Kane (USA, Citizen Kane, 1942) mostrou que o que existe é o monopólio dos meios de comunicação. Desculpe o desalinho das idéias. Renovo com agradecimento e amizade tua pergunta. (Não espero ter encerrado a discussão. Contigo e com todos os participantes a palavra). Um abção!!!!

Comentário de Bruno Leal em 6 janeiro 2016 às 10:02

Oi, Reinaldo. Mas você não acha que essa é uma forma simplificada de ver mídia?

Comentário de Reinaldo Pedreira C da Silva em 19 novembro 2015 às 1:33

A nova mídia reflete mudanças na sociedade. A mídia NINJA está produzindo em tempo real (on line). Os demais veículos de informação produzem para os patrocinadores (capital, money, l´argent, tutu). Como dizia a letra da canção "O Encontro de Lampião com Eike Batista": " Duas coisas bem distintas, uma é o preço outra é o valor...."  

Comentário de Reinaldo Seriacopi em 3 junho 2014 às 17:26

Professores, tomo a liberdade para deixar a sugestão de dois endereços na internet inteiramente voltados ao professor de História do ensino básico.

Um deles é o site www.historiaeimagem.com. br e o outro é a fanpage do FB www.facebook.com/historiaeimagem.

Em ambos os endereços, existem muitas dicas e sugestões que podem ajudar o professor em seu dia a dia na sala de aula.

Comentário de Eduardo Roberto Jordão Knack em 20 março 2014 às 17:46

Minicurso apoiado pelo GT História Cultural RS a ser realizado no XII Encontro Estadual de História, evento que ocorrerá de 11 a 14 de agosto de 2014 nas dependências da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), em São Leopoldo. Inscrições abertas...

Link Ementa: http://www.eeh2014.anpuh-rs.org.br/minicurso/view?ID_MINICURSO=742

Link inscrição: http://www.eeh2014.anpuh-rs.org.br/pessoaevento/busca

Comentário de Eduardo Roberto Jordão Knack em 11 fevereiro 2014 às 13:17

Divulgando o I Encontro de Pesquisas Históricas PUCRS

Segue o site do evento:

http://ephispucrs.wordpress.com/

Comentário de Manuel Rolph Cabeceiras em 14 janeiro 2014 às 8:42
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
 
EDITAL No- 460, DE DE 23 DE DEZEMBRO DE 2013
CONCURSO PÚBLICO PARA MAGISTÉRIO SUPERIOR (várias áreas)
MS-139 CFCH Instituto de História - História Antiga 40 h - DE A Professor Adjunto A Doutorado em História e áreas afins 1 vaga
 
MS-140 CFCH Instituto de História - História Medieval 40 h - DE A Professor Adjunto A Doutorado em História e áreas afins 2 vagas
 
O sítio eletrônico oficial do presente concurso público na rede Internet é www.pr4.ufrj.br, opção "concursos".
Central de Atendimento, que funcionará de segunda-feira a sexta-feira, a partir do dia 13 de janeiro de 2014, exceto em dias de feriado, no horário de 9 horas às 17 horas - horário oficial de Brasília-DF - pelo telefone
Dia 16/01/2014 até o dia 10/02/2014 - Período de inscrições
As datas de realização das provas serão divulgadas oportunamente, de acordo com o cronograma específico de cada Unidade.
 

Membros (1027)

 
 
 

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }