Pesquisas recentes informam que de cada 10 congressistas no Brasil, 4 pertencem à Bancada Evangélica. Esses deputados e senadores formam um verdadeiro bloco , para não dizer cartel, que veta tudo que não vá de acordo com a moralidade cristã. Juntando -se a esses , temos a Bancada da Família , grupo de deputados da RCC . Por causa dessa força política , o governo se amedronta e não toca em assuntos importantes como a questão do aborto e da criminalização da homofobia. Nas escolas e instituições públicas há orações cristãs , imagens e em algumas até cultos autorizados. Diante desse quadro , cabe a nós perguntar: o Brasil é ou não um Estado laico como reza a Constituição?

Exibições: 98

Respostas a este tópico

Infelizmente o Brasil não é um estado Laico, em minha opinião, e há um preconceito sem tamanho para com outras religiões e doutrinas aqui presentes, o que é lamentável, mostra somente o quão pequena e alienada é a mente de grande parte dos brasileiros.

Mas essa é uma pergunta retórica, Luciano.

O Brasil é uma República laica desde 1889.

Acho que a pergunta correta é: congressistas religiosos são eminentemente diferente de outros?

RSS

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

FIFA: Na última semana, o escândalo envolvendo a FIFA, entidade máxima do futebol, ganhou o noticiário internacional. Neste sentido, o Café História sugere a leitura da tese de doutoado de Sérgio Settani Giglio, da USP, intitulada "COI x FIFA: a história política do futebol nos jogos olímpicos". Esta tese, segundo o autor, trata da constituição do campo esportivo (BOURDIEU, 1983) do futebol nos Jogos Olímpicos. Clique aqui para conferir. 

bibliografia comentada

Cine História

Crimes Ocultos

Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Crimes Ocultos”, do diretor Daniel Espinosa ( “Protegendo o Inimigo”). O filme, que é uma produção entre Estados Unidos, República Tcheca, Reino Unido e Romênia, traz no elenco nomes como Tom Hardy e Gary Oldman.  

Sinopse: Durante o governo stalinista na União Europeia, um oficial da segurança ouve falar de um país onde o número de assassinatos de crianças é muito alto, a ponto de se considerar a existência de um serial killer. O Estado não quer saber do caso, que pode ter conexões com altos funcionários do governo, e exila o oficial para que ele não possa prosseguir com a análise dos fatos. No entanto, este homem obstinado decide chamar a sua esposa para investigarem o caso por conta própria.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }