Historia das Revolucoes Sociais

Informação

Historia das Revolucoes Sociais

A história das revoluções sociais no mundo moderno, desde a Comuna de Paris até os movimentos revolucionários contemporâneos, é o objeto de debate desta comunidade.

Membros: 195
Última atividade: 8 Jan

Fórum de discussão

China - Século XX

Iniciado por Filipe Ferreira de Almeida 20 Abr, 2016. 0 Respostas

"La Revoluciòn" Cubana ainda existe?

Iniciado por Brancaleone. Última resposta de Brancaleone 23 Fev, 2013. 4 Respostas

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Historia das Revolucoes Sociais para adicionar comentários!

Comentário de João Roberto Laque em 18 abril 2013 às 23:12

UM LIVRO DE HISTÓRIA IMPRESCINDÍVEL PARA VOCÊ,

AMIGO DO CAFÉ HISTÓRIA.

MAS É SÓ ATÉ AMANHÃ

PARA CONHECER MELHOR A OBRA ACESSE

www.osanosdechumbo.blogspot.com.br

ABRAÇÃO.

Comentário de Tatiana Xavier em 12 abril 2013 às 11:07

Muito importante o depoimento de Pedro Lobo. Páginas devem ser acrescentadas a História caso quiserem virar a página.

Comentário de João Roberto Laque em 12 abril 2013 às 9:31

OLA!

EX-GUERRILHEIRO PEDRO LOBO DE OLIVEIRA DEPÕE NA COMISSÃO DA VERDADE E ASSUME VÁRIAS MORTES DURANTE OS ANOS DE CHUMBO.

VEJA TODOS OS DETALHES EM

www.blogdolaque.blogspot.com.br

SE PUDER, ASSISTA TAMBÉM A ESTA ENTREVISTA

http://www.youtube.com/watch?v=1_HB4GzIpII

                                                                 

Comentário de Brancaleone em 7 fevereiro 2013 às 19:12

Revolução ou golpe tanto faz.

Mencken sabiamente  já disse que :

O desejo de salvar a humanidade é quase sempre um disfarce para o desejo de controlá-la.

— H. L. Mencken

 

Comentário de Brancaleone em 7 fevereiro 2013 às 19:02

Ou então uma revolução ou golpe é aquela que um um determiando faz para   impedir que determinado grupo venha dominar e oprimir...

Nestes termos,  não existe golpe, apenas "revolução".

Comentário de Luiz Fernando Almeida em 5 fevereiro 2013 às 20:58

Toda revolução tem sua peculiaridade, porém a ideia central é a mesma: deixar a condição de dominado e oprimido.

Comentário de umbelina rosa em 4 dezembro 2012 às 15:55

Os revolucioonarrios e uma especie que acredita que podem com seus atos  e palavras podem fazer um mundo melhor .

Comentário de umbelina rosa em 28 novembro 2012 às 9:39

Loucos,soldados,sonhadores,pensadores,sobreviventes,destruidores todos eles fazem as revolucoes integrantes de uma massa anonima que de alguma forma ja seja pacifica ou nao transforman a sociedade onde vivein e passam rumo a historia.

Comentário de umbelina rosa em 26 novembro 2012 às 15:26

"No estamos solos en el mundo y nuestras acciones o nuestra incapacidad para actuar están conectadas  , mediante un millar de hebras que se proyectan hacia delante y hacia atras ,con el organismo de la sociedad en que vivimos"

                                                    Hans Litten 1925 .

Esta frase puede capaz  que no tenga relación con el tema el  grupo pero ees la forma de hablar de un revolucionario,este hombre fue  un abogado,que en un juicio en 1931 mientras interrogaba a Adolf Hitler ,lo hizo entrar en contradicciones muy grandes,tiempo después cuando la llamada revolución parda tomo el poder el 30 de enero de 1933 el fue una de sus victimas,espero que sirva de reflexxion para el grupo .

Comentário de umbelina rosa em 21 novembro 2012 às 15:44

"Despejaron su rostro ya sereno y claro ,le descubrieron el pecho diezmado por cuarenta años de asma y uno de hambre e los paramos del sudoeste boliviano.Le tendieron luego en la batea del hospital de Nuestra Señora de Malta , alzándole la cabeza para que todos pudieran contemplar la presa caída .Al recostarlo en la lapida de concreto ,le desataron las cuerdas con que lo maniataron durante su viaje de helicóptero desde la higuera ,y le pidieron a la enfermera que lo lavara ,lo peinara e incluso lo afeitara parte de la barba rala que portaba  .Para cuando comenzaron a desfilar los periodistas y vecinos curiosos la metamorfosis ya era completa :el hombre abatido, iracundo y desaparrado aun en vísperas de su muerte se había convertido en el cristo de Vallegrande ,reflejando en sus límpidos ojos abiertos la tranquilidad del sacrificio consentido .El ejercito boliviano cometió su único error de campaña una vez consumada la captura del máximo trofeo de guerra .

Transformo al revolucionario resignado y acorralado ,al indigente de la quebrada del yuro ,vencido con todas las de la ley,envuelto en trapos y con la cara ensombrecida por la furia y la derrota ,en la imagen cristica de la vida que sigue a la muerte.Sus verdugos le dieron rostro ,cuerpo y alma al mito que reccorreria el mundo.

            EXTRAÍDO DEL LIBRO DE JORGE CASTAÑEDA ,LA VIDA EN ROJO.

Compañeros del grupo espero que les guste lo que comparto con ustedes el quee quiera puede enviar comentarios.

 

Membros (195)

 
 
 

café história acadêmico

Lançamento: A 13ª Edição da Revista Ars Histórica está no ar cheia de novidades. Nesta edição, os leitores encontrarão o dossiê "Império Português em Perspectiva: Sociedade, Cultura e Administração (XVI-XIX)" apresentado pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Jucá, PPGHIS-UFRJ. Clique aqui para conferir na íntegra.

bibliografia comentada

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

Fale Conosco

Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. cafehistoria@gmail.com

dicas de dezembro

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }