Cruzadas - Uma História

Informação

Cruzadas - Uma História

Cruzadas - Grupo para todos os interessados em discutir esse iomportante tema da História do Cristianismo e também Medieval.

Membros: 208
Última atividade: 6 Ago

Cruzadas - Uma história, muitas histórias

Lugar de debates sobre cruzadas e temas co-relatos.

Fórum de discussão

Qual seria a bibliografia sobre o assunto?

Iniciado por Rogério Fernandes da Silva 6 Jul, 2012. 0 Respostas

Vejo muita gente comentando, mas pouca leitura. Qual seria a bibliografia MODERNA sobre o assunto?Continuar

Qual era o verdadeiro interese da Igreja Católica com as Cruzadas? Será que era o mesmo interesse dos EUA pelo Iraque?

Iniciado por Renato Mello Tives. Última resposta de Renato Mello Tives 26 Fev, 2012. 23 Respostas

         O interesse da Igreja Catolica nao era somente a Terra Santa,  sim mais terras,mais terras e subjulgar os homens ali existentes, pois a mesma ja detinha 60% das terras férteis da Europa, mas…Continuar

Cruzadas - Um tema já esgotado ou ainda produtivo ?

Iniciado por Bruno Leal. Última resposta de André Luiz Gatti Bezerra 24 Set, 2010. 6 Respostas

Deixe sua opiniao e colabore para a construcao do grupo!Continuar

Tags: cruzadas

CRUZADAS

Iniciado por Rejane Amorim. Última resposta de poli 17 Jun, 2010. 3 Respostas

Boa noite,sou fascinada por as CRUZADAS é um tópico onde deveriam adicionar mais discussão sobre este tema.Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Cruzadas - Uma História para adicionar comentários!

Comentário de alexandre silva volk em 12 abril 2010 às 23:16
foi o inicio das grandes navegações as portas do oriente se abriram para o mundo!
Comentário de Romário Oliveira Santos em 12 abril 2010 às 22:56
Pensar as Cruzadas como transito de culturas e como forma de construção do Oriente pelo Ocidente é de fato fascinante. Parabéns pela iniciativa de confeccionar o grupo.
Comentário de alexandre silva volk em 12 abril 2010 às 22:50
verdade a religião tinha força em tudo da região! Armazenavam água em baldes ou poços profundos, desenvolveram a técnica de construir muralhas grossas mesmo e só com encaixe ou com areia e pedregulho, desenvolveram mecanismos para defesa das fortalezas, foi quando surgiram os arqueiros e balestreiros. Para ataque surgiram arietes, socadores para derrubar portões e as catapultas, usando recipientes com esterco e óleo inflamándo, urina, pedras, escorpiões etc! Só após 1400 é que a polvora realmente apareceu no oriente médio! Este território das cruzadas era a porta de entrada entre a ásia e a europa!
Comentário de GELSON OLIVEIRA FREIRE em 12 abril 2010 às 22:26
Obrigado Maria. Gostaria de te dicionar como minha amiga se autorizar é claro.
Comentário de MARIA LETICIA MOREIRA RICK em 12 abril 2010 às 18:34
Boa noite. Gostei do comentário do Gelson, é importante entender a força da religião como motivadora de guerras. Pode-se dizer que nunca se matou tanto em nome de Deus. Eu entendo o movimento das cruzadas como uma guerra de ambição onde a religião servia apenas como fachada para a busca de riquezas e proezas. Mesmo porque servia para os nobres de "segunda linha", aquele filho que não tinha direito a sucessão, adquirir riquezas, poder e posteriormente ampliar o patrimônio e o prestigio familiar junto as realezas européias. A religião era na época uma ilustre desconhecida, confinada nos conventos, principalmente dos beneditinos, e algumas outras ordens que tinham como objetivo a guarda da sabedoria humana, mas que não podia ser difundida pelo povo. Até mesmo dos nobres era mantida oculta.
Comentário de GELSON OLIVEIRA FREIRE em 12 abril 2010 às 8:21
Homens mulheres e crianças,todos envolvidos em uma luta motivada pela religião.Entender está época é, muito importante para nos históriadores. Pois hoje vivemos conflitos onde a religião ainda é o fator dominante.
Comentário de MARIA LETICIA MOREIRA RICK em 11 abril 2010 às 19:09
Boa Noite. A Ordem do Templo foi criada no século X, após o fracasso da primeira cruzada, com a finalidade de proteger os peregrinos à Jerusalém. Era uma ordem religiosa, com rígida disciplina militar, e seus membros vinham da nobreza da França, Inglaterra, Alemanha, que então não passavam de um ajuntamento de vários principados, e com o suporte financeiro da Igreja e dos principes, construiu castelos e hospitais ao longo das principais rotas até Jerusalém. A espada era seu emblema, que seus membros levavam bordada num manto que acho q. já vimos em alguma ocasião. O poder e a riqueza da Ordem do Templo cresceu de tal forma, que por volta do século XV, foram excomungados e todos os seus membros executados. Posteriormente, por ocasião das últimas cruzadas, como a necessidade de proteção aos peregrinos e aos cruzados persistisse o Papa instituiu a Ordem de Cristo, que teve seu inicio em Portugal. Assim, os cruzados e a Ordem do Templo, dos cavaleiros Templários são diferentes mas tinham um objetivo único que era a rota da Europa - Jerusalém. Em terras de Jerusalém os Templários chegaram a ter duas fortalezas onde desenvolveram uma arquitetura bastante característica com grossas muralhas, e um desenho labiríntico, mas onde mantinham água em abundância, e uma localização estratégica que permitiu resistir aos ataques dos árabes por muito tempo. Estou fazendo esse comentário de memória, e peço que me corrijam, porque muito temos a acrescentar a esse tema fascinante.
Comentário de alexandre silva volk em 10 abril 2010 às 19:41
Portugal é originário das Cruzadas a bandeira deles é da ordem dos cavaleiros de cristo, ou ordem do templo!
Comentário de Sandra Caldas Lourenço em 10 abril 2010 às 18:45
Boa noite. As Cruzadas são um tema inesgotável. Há muito o que se debater sobre esse período da História, principalmente no que concerne a Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo ou, simplesmente, Ordem do Templo. É um tema fascinante, carregado de simbolismos, que ainda permeiam o imaginário dos amantes e pesquisadores da História medieval.
Comentário de MARIA LETICIA MOREIRA RICK em 10 abril 2010 às 18:18
A história medieval me fascina, especialmente o movimento das cruzadas, quando por trás de uma motivação religiosa, partia-se para o Oriente em busca de riquezas e poder. É fascinante o encontro do mundo medieval europeu, com a sofisticação de saber nesta época encontrada principalmente no mundo árabe.
Gostaria de trocar idéias sobre este assunto.
Leticia
 

Membros (208)

 
 
 

Links Patrocinados

Cine História

Era uma vez em Nova York

Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o filme "Era uma vez em Nova York", do diretor James Gray ("Amantes", "Os Donos da Noite").

Sinopse: Em 1921, as irmãs polonesas Magda (Angela Sarafyan) e Ewa Cybulski (Marion Cotillard) partem em direção a Nova Iorque, em busca de uma vida melhor. Mas, assim que chegam, Magda fica doente e Ewa, sem ter a quem recorrer, acaba nas mãos do cafetão Bruno (Joaquin Phoenix), que a explora em uma rede de prostituição. A chegada de Orlando (Jeremy Renner), mágico e primo de Bruno, mostra um novo amor e um novo caminho para Ewa, mas o ciúme do cafetão acaba provocando uma tragédia.

café história acadêmico

Maquiavel: confira na íntegra a dissertação "O Fantasma de Maquiavel: Antimaquiavelismo e razão de Estado no pensamento político ibérico do século XVI", defendida por Bruno Silva de Souza, Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

Atenção!

O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }