A Pátria de Chuteiras, A História de um Povo!

Informação

A Pátria de Chuteiras, A História de um Povo!

Aproveitando o clima de copa do mundo, lanço este grupo para analisarmos a influência do futebol na construção da sociedade brasileira ao longo dos anos. Para os outros uma derrota para o brasileiro uma Tragédia Épica! Comentem.................!!!

Membros: 13
Última atividade: 14 Maio, 2011

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de A Pátria de Chuteiras, A História de um Povo! para adicionar comentários!

Comentário de Joabe Tavares de Souza em 10 julho 2010 às 14:42
Este email me trouxe um sentimento dividido! Uma morte trágica exige respeito! No entanto, a criatividade e o humor do brasileiro sempre me fascinam nestes casos, só por isso passo adiante.

1. Qual a diferença entre o Ronaldo Fenômeno e o Bruno? Resposta: O
que não mata, engorda!

2. As mulheres dizem que Cristiano Ronaldo e Kaká são lindos de
morrer. Elas precisam conhecer o goleiro Bruno. Ele é de matar.

3. Bruno dispensa advogado alegando que, como ele é goleiro, fará sua
própria defesa.

4. Goleiro Bruno vai mudar de esporte. Vai pro XADREZ.

5. Fase do mata-mata: Cristiano Ronaldo mata no peito, Luís Fabiano no
braço, Val Baiano na canela, Felipe Melo no campo e o Goleiro Bruno no
sítio.

6. O Bruno é tão bom goleiro que nunca engoliu frangos, agora, quando
o assunto é presuntos....â!...

7. Poderiam ter levado para a Copa o goleiro Bruno do Flamengo,
estaríamos sossegados agora nesta fase do mata-mata!!!!!

8. Esse time do flamengo é bom! O que mata é o goleiro!!!

9. Sorte de hoje: o goleiro Bruno não sabe que você tem um filho dele.

10. Enquanto o Loco Abreu coloca, o Bruno enterra.
 

Membros (13)

 
 
 

Links Patrocinados

café história acadêmico

História do Brasil contemporâneo: Confira na íntegra a tese de doutorado "De Sarney a Collor: reformas políticas, democratização e crise (1985-1990)", defendida por David Maciel em 2010, na Universidade Federal de Goiás. Clique na imagem.

Cine História

Boa sorte

Está em cartaz nos cinemas nacionais o filme brasileiro "Boa sorte", dirigido por Carolina Jabor e com Deborah Secco no elenco. 

Sinopse: O adolescente João (João Pedro Zappa) tem uma série de problemas comportamentais: ele é ignorado pelos pais e se torna agressivo com os amigos de escola. Quando é diagnosticado com depressão, seus familiares decidem interná-lo em uma clínica psiquiátrica. No local, ele conhece Judite (Deborah Secco), paciente HIV positivo e dependente química, em fase terminal. Apesar do ambiente hostil, os dois se apaixonam e iniciam um romance. Mas Judite tem medo que a sua morte abale a saúde de João.

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }