1. Quais foram as causas do nascimento do nazismo?

Tags: Alemanha, Guerra, Hitler, Nazismo, Segunda

Exibições: 1083

Respostas a este tópico

O "clichê" seria atribuir a ascensão do nazismo às reparações impostas à Alemanha pela paz de Versalhes e à depressão econômica do início dos anos 1930. Entretanto, essa interpretação esbarra em dois problemas pelo menos:

1) A crise econômica causada pelas reparações de Versalhes, incluindo a famosa hiperinflação alemã, já tinha sido superada em meados da década de 1920, portanto, muito antes de o nazismo se tornar uma força política significativa na Alemanha,

e

2) Outros países que também passaram pela depressão dos anos 1930, notadamente os Estados Unidos e a França e, em menor escala, o Reino Unido (Grã-Bretanha) não se tornaram estados fascistas, mostrando que uma suposta relação causal entre depressão e fascismo não existe como regra universal.

Mais do que esses lugares-comuns então,  é preciso examinar características específicas da sociedade , cultura e sistema político alemães para entender o fenômeno nazista. Alguém gostaria de comentar ?

Oi, Friedrich.

É um assunto bastante amplo, que já rendeu muita historiografia. 

Você tem leitura da área?

Há todo um contexto histórico na Alemanha do pós I guerra mundial. Recessão, a fragilidade da República de Weimar, a ascensão do comunismo e o sentimento de perda e humilhação referentes à Versalhes. Além da influência do fascismo italiano que serviu de inspiração para a criação do partido nazista.Todavia, nos anos vintes, o nazismo é um partido de pouca expressão politica, há o desastroso Putsch de Munique, e em nenhum momento Hitler consegue vencer eleições. Neste período é elaborado o Mein Kampf.  Após a crise de 29, há o crescimento do  comunismo que transforma-se em ameaça aos conservadores burgueses. Desta feita, o nazismo passa a ser considerado um mal menor que o comunismo, recebendo o apoio deste segmento da sociedade. Mas não podemos ignorar a violência praticada pelas SS, o braço armado do partido nazista, que passou a espalhar o terror.

Bem apontado, Semíramis. 

E ainda há uma sofisticação do tema para o qual deveremos estar atentos: a origem do nazismo é diferente da origem de um impulso genocida, embora as duas coisas se cruzem o tempo todo. Neste aspecto, pesquisas recentes tem mesmo apontado para a experiência (indireta) da Primeira Guerra Mundial por uma geração inteira. É bem interessante...

Bruno. É bem interessante ressaltar que a experiência da Primeira Guerra serviu de cenário para uma polarização política entre forças de direita e esquerda, sendo que boa parte já utilizava o discurso fascista contra a democracia, liberalismo, e o marxismo. 

RSS

Links Patrocinados

EVENTO EM DESTAQUE

café história acadêmico

Violência urbana: a violência no Rio de Janeiro voltou a ganhar destaque no noticiário nacional na última semana. Para compreender melhor este importante fenômeno histórico e sociológico, indicamos a leitura do artigo “Entre o individualismo e a solidariedade: dilemas da política e da cidadania no Rio de Janeiro”, da pesquisadora Márcia Pereira Leite. Clique aqui para ler na íntegra.

bibliografia comentada

Cine História

O Imigrante Russo

Chega aos cinemas brasileiros (pelo menos em algumas de suas salas) o filme “O Imigrante Russo”, do diretor Stanislav Güntner. 

Sinopse: Dima é um alemão-russo que decide mudar de vida e ir para Berlin, para fugir de seu passado criminoso. Ele conhece a estudante de arte Nadja, por quem se apaixona. No entanto, as antigas conexões criminosas de Dima o perseguem e podem causar grandes desastres para ele e sua amada. 

Parceiros


Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }