Qual a importância dos Partidos Políticos, e sua efetiva presença na Democracia?

      É indiscutível a importância dos partidos políticos, no que diz respeito ao âmbito democrático, uma vez que no decurso desse pode-se então concitar exigências mediante nossas representatividades políticas.


      De forma alguma devesse deixar manipular-se pela extensão dos fatos que faz a mídia, tendendo então a acreditar que a política é corrupta e que somente os mal intencionados exercem
representatividade nela, forjando uma participação popular que na verdade é
limitada a determinados “grupinhos” políticos e sociais.Mesmo com todos os
escândalos, abusos e corrupção, conhecer nosso sistema político e suas influências
em questões econômicas, por exemplo, é imprescindível para não desacreditar na
verdadeira política que rege cada ser humano e suas ações racionais.


      A democracia não se restringe ao ato de votar, as campanhas ou as promessas, é algo mais amplo que envolve nossa própria condição de existência, são conquistas que com o tempo e que aos poucos
tendem a melhorar. Um processo que começa com uma organização partidária, elaboração
de plataformas políticas e as eleições, enfim percebemos claramente que as
eleições representam apenas uma etapa do processo político. E que a democracia
não se limita ao seu ato.


      Seu aperfeiçoamento não se dará através de uma postura em que se nega a política partidária, recusando-se a participar efetivamente das eleições, é deveras necessário que saibamos participar de
nossa política, pois cabe a nós decidir o que está errado e os rumos que serão
tomados para a construção de uma política mais justa, que não se baseie
unicamente na detenção do poder, mas sim em um conceito de honradez que
demonstre ativamente que o poder pertence a cada individuo, devendo ser usado para um ideal comum. 

A Democracia nos garante direitos e a execução plena destes fortalecem a mesma. Creio que devemos ao menos concitar um pensamento ou uma postura voltada pra a manifestação de nossa identidade Política-Nacional.

Exibições: 6474

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá Júlio.
Sem dúvida a importância dos partidos políticos numa democracia é muito grande.
O Brasil está repleto de siglas, o que falta é uma verdadeira definição destas siglas, com programas voltados as todas as áreas e, uma preocupação de fazer com que a população conheça as suas linhas de pensamento e suas propostas.
O que vemos por aqui está longe disto, mas é necessário um maior engajamento da população para que, com o conhecimento das diretrizes dos partidos, possam tomar as decisões que são necessárias nos pleitos políticos, deixando de votar como se faz em muitos casos hoje no candidato e sim no partido e sua proposta.
As coligações hoje são feitas de tal modo que a população fica totalmente perdida, onde os interesses de grupos é que prevalecem, em detrimento da visão de Estado.
Estamos a anos luz de um país com partidos definidos, mas estamos a caminho.
Bom comentáio do amigo Leonardo, vejo que o povo vota mais na pessoa não visa o programa do partido, os partidos e coligações são confusas, vejam os resultados da última eleições ao CN, um reforma política e mudanças na legislação eleitoral seria o caminho, acho dificil o sistema atual beneficia os velhos caciques.
abraços.
Partidos políticos no Brasil infelismente são apenas siglas! Na práxis, até há uma verborragia retprágica em seus Estatudos, porém, na prática o que existe na verdade são conluios a nível Estadual e Federal, o que por sua vez retiram dos partidos lá na base- o município- a sua verdadeira origem e a sua autonomia, causando assim uma rede de conluiu em 3 níveis, muito parecido com uma "farra-do-boi", onde este boi no final é o filiado que não ocupa cargo eletivo e serve apenas de "buchas" para aqueles que detém as provisórias e os diretórios. Para quem não participa de um partido político talvez não entenda o que está nas entrelinhas de minhas simples palavras aqui, porem falando mais claramente os nosso partidos políticos em plena república, nada mais são que aqueles mesmos partidos do 2º Império, apenas com outra roupagem e outras siglas, mas a prática de quem os controlam historicamente ainda é a mesma!

Eis minha opinião como cidadão, filiado e eleitor neste país onde os partidos políticos são meras siglas com teorias maravilhosas no papel e na prática conluios e toda forma maquiavélica de que, os fins justificam os meios!
Desculpem os erros na digitação ai é devido a pressa, aliada a falta de tempo e a baixa luminosidade aqui neste momento!

Partidos políticos: "agrupamento para defesa abstrata de princípios e elevação positiva de alguns cidadãos" Carlos Drummond de Andrade

RSS

Links Patrocinados

Cine História

A Oeste do fim do mundo

Está em cartaz nos cinemas brasileiros a co-produção Brasil-Aregentina, "A Oeste do fim do fo mundo", de Paulo Nascimento.

Sinopse: Leon (César Troncoso) é um homem introspectivo que vive em um velho posto de gasolina, perdido na imensidão da estrada transcontinental entre a Argentina e o Chile. Seu único amigo é Silas (Nelson Diniz), um brasileiro que volta e meia o visita para trazer peças para consertar a moto dele. Um dia, a paz de Leon é abalada com a chegada de Ana (Fernanda Moro), uma mulher que escapou da tentativa de abuso sexual de um caminhoneiro com quem tinha pego carona. Sem ter para onde ir e no meio do deserto, Ana recebe abrigo de Leon inicialmente para apenas um dia. Só que o tempo passa e ela não consegue sair do local.

café história acadêmico

Felipe II: confira na íntegra a tese de doutorado do historiador José Carlos Vilardaga: "São Paulo na órbita do Império dos Felipes: conexões castelhanas de uma vila da América Portuguesa durante a União Ibérica (1580-1640)". O trabalho foi defendido em 2011 na Universidade de São Paulo.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }