discutir as varias maneiras de se analisar os fatos como participes na construçao de historia problematizadora.

Exibições: 2359

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

sera que existe somente os grandes nomes dentro de determinado acontecimento?
Olá Fabricio, sou professor de ensino médio para turmas do EJA e achei pertinente seu questionamento sobre o papel social da história, nas turmas de EJA o professor se vê diante da realidade social e econômica brasileira personificada em cada aluno, atualmente a função social concientizadora da história é sem dúvida seu papel fundamental, os alunos no caso do EJA por serem adultos e com maiores experiencias de vida estão ali sedentos por explicações que norteiem ou que direcionem sua forma de ver as coisas a sua volta perguntas como "O senhor acha que o LULA é bom para o Brasil??"
ou quando dizem " Eu achava melhor no tempo dos militares que pelo menos a gente não ficava sabendo dessas roubalheiras", aí o professor ou transforma a aula em discussão política ou em concientização sócio-existencial.
Um abraço, até mais.
valeu colega pelas explicaçoes nesse pequeno espaço de discussoes,pois so assim podemos contribuir com uma historia viva e nao somente dos livros de ensino medio, capaz de envolver os alunos com essa bela disciplina,nao somente com a famosa´decoreba`, gostaria de perguntar nao somente a vc, mas a todos o que se sentirem interessados em nesse espaço, se vem desenvolvendo algum tipo de pesquisa, e qual seria ela?
exponho aos colegas sobre a micro-historia e a historia vista de baixo, para discultirem acerca da ampliaçao de trabalhos nessa linha de pesquisa, dando voz aos considerados´marginalizados` pela historiografia tradicional, se vcs tem algum trabalho, divulgui-o nesse espaço,abraço a todos!!
Ola todos,

A história é uma atividade científica (e como tal deve usar de todos os métodos científicos disponíveis) que visa prover informação real e precisa sobre eventos históricos passados ou recentes. Ela não pode ser absoluta, e tal como qualquer outra ciência é passível de revisão - veja o revisionismo do holocausto, guerra do Iraque, 911...

Não cabe a história induzir ou trazer mudanças sociais, esse papel é do usuário da história.

Abraços

RSS

Links Patrocinados

Cine História

A Oeste do fim do mundo

Está em cartaz nos cinemas brasileiros a co-produção Brasil-Aregentina, "A Oeste do fim do fo mundo", de Paulo Nascimento.

Sinopse: Leon (César Troncoso) é um homem introspectivo que vive em um velho posto de gasolina, perdido na imensidão da estrada transcontinental entre a Argentina e o Chile. Seu único amigo é Silas (Nelson Diniz), um brasileiro que volta e meia o visita para trazer peças para consertar a moto dele. Um dia, a paz de Leon é abalada com a chegada de Ana (Fernanda Moro), uma mulher que escapou da tentativa de abuso sexual de um caminhoneiro com quem tinha pego carona. Sem ter para onde ir e no meio do deserto, Ana recebe abrigo de Leon inicialmente para apenas um dia. Só que o tempo passa e ela não consegue sair do local.

café história acadêmico

Felipe II: confira na íntegra a tese de doutorado do historiador José Carlos Vilardaga: "São Paulo na órbita do Império dos Felipes: conexões castelhanas de uma vila da América Portuguesa durante a União Ibérica (1580-1640)". O trabalho foi defendido em 2011 na Universidade de São Paulo.

EVENTO EM DESTAQUE

Parceiros


Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }