O Café História mudou de endereço, plataforma e identidade visual. Clique aqui para conhecer o novo Café História. Nós deixamos de ser uma rede social e somos agora um portal totalmente voltado para a divulgação de história. Nossa principal missão é divulgar o conhecimento histórico produzido nas universidades: para o grande público e para o meio acadêmico. Para entender melhor a mudança, clique aqui. E atenção: o antigo Café História (www.cafehistoria.ning.com) permanecerá online somente até o dia 2 de abril de 2017. Depois disso, todo o seu conteúdo será apagado, inclusive perfis e blogs. Tem algum conteúdo que você queira salvar e não sabe como? Nós temos uma sugestão. Clique aqui e leia o texto até o final. Esperamos contar com você como leitor do novo Café História!

Assine o novo Boletim Café História - receba em seu e-mail nossas novidades

Toda semana nós enviamos um e-mail com as novidades no campo da história e ciências humanas. Quer receber o nosso Boletim Café História? É bem fácil!

Procuro sugestões de atividades (apresentações) para 7 de setembro. Alguma sugestão?

Bom dia pessoal! Trabalho com alunos do Ensino Fundamental 2 e gostaria de sugestões de atividades para 7 de setembro. Todos sabemos que esta data, em seu contexto real, nem mereceria uma comemoração, mas como as apresentações são tradicionais, não podemos fugir à regra... Queria fugir da mesmice... Alguém teria alguma sugestão?

Exibições: 6685

Responder esta

Respostas a este tópico

Oi, Daiane! Tudo bem?

Há alguns anos, a Revista de História da Biblioteca Nacional, quando ainda se chamava "Nossa História", dedicou a edição de setembro ao tema da independência (Ano1, N.11, Setembro de 2004). Além dos tradicionais artigos, ela trouxe várias questões referentes ao assunto. Para cada questão, ela colocava um texto para o que se acredita e, de outro, o que pensam os historiadores.

A idéia era problemetizar algumas perguntas básicas em relação a independência, muitas delas falaciosas ou exageradas, mas que nos manuais didáticos se estabeleceram como verdades absolutas e centrais no ensino. Por exemplo:

1) A Famíalia Real fugiu às pressas das tropas de Napoleão?

2) Sete de setembro foi o dia da Indpenedência?

3) Nossa separação de Portugal foi imediata e pacífica?

4) O que foi o Dia do Fico?

5)D.Pedro foi um herói brasileiro?

6) José Bonifácio sempre quis a independência?

7) O "Grito do Ipiranga" existiu, de fato?

Talvez, trabalhar essas questões - claro, de forma lúdica - seja uma boa idéia. Se há um momento bom para rompermos com esses estigmas da história, esse momento é o Ensino Fundamental. Enfim, tá aí a dica. Tente encontrar essa edição. Se não conseguir, escreva para a Revista. Eu conheço o pessoal por lá e certamente eles vão poder lhe ajudar. Abraço e bom trabalho!
Adorei a dica! Obrigada... Abraços!
Esta data é mais lembrada como feriado nacional com espiriro capitalizado, a reflexão e sugestões citadas são importantes, se não ficaremos com a tradição militar com desfiles, camuflando o cotidiano social de diferenças-exclusão. O projeto é trabalharmos a semana da pátria de forma crítica, reforçar as crianças e jovens que o amor à pátria e o nacionalismo deve ser visto e entendido na visão de várias classes e a dominação histórica dos grupos economicos e políticos.
abraços

RSS

Boletim Café História

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }