Em sua opinião, qual o sentido da abolição da escravatura no Brasil?

Este fórum de debate tem como objetivo conhecer todas as opiniões possíveis a respeito dos motivos que culminaram na abolição da escravidão no Brasil. Tendo como texto base o capítulo 8 "Da escravidão ao trabalho livre" da seguinte bibliografia:

COSTA, Emília Viotti da. Da monarquia à república: momentos decisivos. 6. ed. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1999.

O referido capítulo esta disponível para consulta no E-book da Google no endereço abaixo: 

http://migre.me/1SQMO 

Este fórum é uma iniciativa dos alunos Adan, Gustavo, Henrique, Josiane, Jullyana, Karen, Larissa, Letícia, Luciana e Rodrigo do grupo de estudos da unidade temática de "Comunicação, Educação e Tecnologias" do Ciclo Comum da UFTM (Universidade Federal do Triangulo Mineiro, Campus Uberaba-MG), sob Orientação da Prof. Dra. Iolanda Rodrigues Nunes. 

Bom estudo a todos!

Exibições: 7198

Responder esta

Respostas a este tópico

Ha muitos anos esta sendo discutida essa pergunta, por sua vez estamos juntos nesse forum de ideias Rodrigo, na minha opiniaõ a escravatura no Brasil ja não era de interesse Europeu no que tange o sentido Capital e por sua via a abolição foi feita, de forma mais imprudente possivel.
Gustavo Vaz Silva
Ilustre colega Gustavo, quando vc diz Europa, vc esta se referindo ao modelo capitalista iniciado pela Revolução Industrial??
Saudações Históricas
Daniel Santos
Aluno Temporão.
Como vc ja me conhece e logico que estou falando no sentido capitalista, e deste ja lhe agradeço pela participação e q esse forum seja util, pois, esse assunto e tão complexo que temos de considerar q abrange o campo politico, econômico e cultural da nossa Historia.
Muito bem, temos que saber qual é o Brasil, pois não há o Brasil, há os Brasis dos indígenas, dos negros, dos brancos e de todos que são frutos de uma mistura desses três grupos, temos que considerar a situação econômica, política, cultural e social desses grupos. Dificilmente vemos um político negro, um apresentador de televisão negro, um artista negro, quando tem é somente para disfaçar a falsa idéia de que o Brasil é um democracia racial. A elite é branca, é rica e muito preconceituosa. E os índios, esses coitados, não queria tá na pele de um deles, nada contra os índios, esses é que são excluídos mesmo, e de várias formas. E quando abrimos a boca para dizer que não temos preconceito, lá no fundo tem e de muitos níveis. Abolição existiu, oficialmente sim, mas a realidade aponta outra situação, porque a pior escravidão é aquela que você cria mecanismos para segregar e devemos lembrar que o Brasil é um país racista sim. Onde estão os negros, tente refletir, onde estão os índios, reflita mais, "polícia passou viu um grupo de rapazes e os revistaram, obs. eram negros". Notícias desse tipo já estou cansado de ouvir e talvez você também, isso tudo é escravatura, e é ideológica que se faz em ações concretas. Para responder a pergunta o sentido da abolição da escravatura no Brasil é bem diferente para todas as camadas socias.
Ao meu ver, a aboliçao da escravatura no Brasil, se deu devido á pressão que os senhores sofreram com a chegada dos novos pensamentos liberais que não apoiavam a escravidão. A abolição aqui no Brasil foi na verdade um ''alívio'' para aqueles que eram detentores da mão-de-obra escrava, pois á partir do momento em que a escravidão torna-se um ''problema'' para a sociedade que escravizou durante séculos os negros, a medida que aliviará toda esta situação é se livrar de vez dos escravos abolindo a escravidão, ou seja, na verdade a sociedade que quis se livrar do fardo de ''escravocrata'' deixando os negros escravizados durante suas vidas inteiras de lado. Usaram da mão-de-obra escrava até quando lhe foi oportuno, quando não era um negócio tão bom quanto fora em outrora, simplesmente os negros foram entregues a própria sorte.
Caro Rodrigo,
jurisconsulto colega acadêmico historiador, e demais colegas.
Em minha opinião, a abolição da escravatura no Brasil, não foi um ato isolado de liberdade para os escravos, vale salientar que outras leis anteriores já vinham dando aos escravos brasileiros a tão sonhada liberdade, à saber:
Lei Eusébio de Queiroz (fim do tráfico negreiro)
Lei do Ventre Livre
Lei dos Sexagenários
Lei Áurea (abolição da escravatura)
Portanto houve sim todo um processo que culminou com a chamada "Lei Áurea" assinada pela então Princesa Isabel em Maio de 1888. O Brasil S.M.J. foi um dos últimos países a decretar o fim da escravatura, portanto ao ver ver só quando não suportanto mais as pressões sociais externas e internas o governo da época não teve outra saída a não ser decretar o fim da escravidão no Brasil. Assim aos olhos da comunidade internacional e das classes sociais que clamavam por justiça o Império pode por mais um lapso de tempo angariar a simpatia da corte, e dos plebeus.
Quando ao alcance de tais atos abolicionistas, no campo social, me arrisco a dizer que não avançamos muito, só que a "escravatura" de hoje já não esta mais ligada a quantidade de "Melanina" em nossa pele corporal ( Quem tem muita melanina é dar cor preta, quem tem pouca melanina é da cor branca) e sim às precárias condições de trabalho que uma grande "Massa de trabalhadores não qualificados" estão submetidos todos os dias pelo modelo capitalista que rege nossas relações comerciais e sociais. Saudações Históricas. Daniel Santos - Aluno Temporão.
Muitos são os fatores que comtribuiram para que a abolição da escravidão negra "terminasse" (terminou na teroria, pois na pratica existe até hoje). Entre todos os fatores ja citados pelos meus colegas abaixo, gostaria de acrescentar que a Inglaterra teve um papel muito importante na abolição brasileira ao proibir o comércio e o transporte de negros vindos da África, como também a "pressão" exercida sob a coroa portuguesa a este respeito. Mostrou diversas vezes que não estava brincando, interceptando quaisquer embarcações que cruzassem o oceano Atlântico carregadas de negros, os quais sempre levaram a pior nestas interceptações. Assim, todo esse processo do abolição que foi bastante doloroso para os negros, a proibição do transporte também foi preponderante.
O sentido da Abolição da escravatura é econômico, e a Inglaterra tinha vários porques.
"Era uma vez uma princesa boazinha, chamada Isabel. Ela ficou com tanta pena dos pretinhos, que pegou a caneta de ouro para assinar a lei que terminou a escravidão..." Ainda existe esse conto de fadas.
A inglaterra poderia ter quatro motivos para querer o fim da escravatura no Brasil:
1° A inglaterra estava preocupada com a concorrência que o Brasil tinha em cima das suas colônias açucareiras, e talvez com o fim do tráfico a economia do Brasil ficaria desarrumda.
2° A Inglaterra tinham interesse em colônizar a África, e não queria que a mão de obra africana viesse para o Brasil.
3° A Inglaterra acreditava que com o fim da escravidão, o Brasil seria um país do trabalho livre e isso beneficiaria a ampliação do mercado consumidor inglês.

4° O menos provável, As ideias liberais, os frutos da semente iluministas, com espírito humanistas, que achavam a escravidão inadimissível.
Em minha opinião a resposta do cavalheiro é a mais condizente, afinal sendo a inglaterra a grande potencia dominadora da época e tendo ela, também, forte influencia social sobre quase todo mundo, sua economia ditaria os rumos a serem seguidos politicamente no Brasil, que ganhou de herança da sua antiga metrópole a subserviência para como os ingleses. A inglaterra queria ampliar seu mercado, e cantou a bola para o Brasil, que tomou medidas pífias, ineficazes, que só existiam no papel sobre os escravos, passado algum tempo a inglaterra percebeu e somente quis que honrássemos tudo.
O senhor ainda cita os teores iluministas, porém não esqueças que eles eram extremamente pro-clássicos, e tomariam o partido mais cauteloso para seus interesses, e, ainda por cima, essas idéias eram inglesas e burguesas; guiando um fato a outro temos o emaranhado que leva um ponto a outro gerando a abolição de fato.
Até...

Boa recapitulação, Edson.

O movimento abolicionista na Inglaterra e, mais amplamente, no Império Britânico teve pouco ou nada a ver com interesses econômicos.  O tráfico de escravos foi abolido no Império Britânico em 1807 (ainda na infância do capitalismo industrial) e a escravidão propriamente dita em 1833.  a um custo por sinal muito alto para o Tesouro britânico já que a lei de abolição previa a indenização de todos os proprietários de escravos no império.

Olá, amigos! É muito bom ver que uma discussão importante discussão como esta estaja evoluíndo tão bem!

Aproveito para compartilhar com vocês a brincadeira de um internauta. Ele imaginou como seria a capa da Revista Veja para a abolição da escravidão no Brasil, brincando com as posições conservadoras da revista. Vejam o resultado abaixo. Nâo acrescenta nada ao debate, mas achei que seria interessante mostrar. Para descontrair.

RSS

Boletim Café História

Anúncio

Política de Privacidade

Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

© 2017   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }