LINKS PATROCINADOS

dicas de novembro

bibliografia comentada

Membros

CURTA O CAFÉ NO face

Vídeos

  • Adicionar um vídeo
  • Exibir todos

curta o café no face

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Parceria: NIEJ-UFRJ

 

Café História TV

Entrevista: A Igreja Católica e a Ditadura Militar|

Confira a entrevista que fizemos com o historiador Paulo César Gomes, doutorando em história social pela UFRJ e autor do livro "Os Bispos Militares e a Ditadura Militar: a visão da espionagem". 

mural do historiador

Aplicativo Capes

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), acaba de lançar um aplicativo do Portal de Periódicos que permite realizar buscas rápidas por assunto, periódico, base e livro, todos com a funcionalidade de autopreenchimento. O usuário ainda consegue navegar em websites referenciados pelos resultados de busca, além de ler e exportar os artigos em formato PDF. Todas as instituições cadastradas já podem baixa-lo. O acesso também pode ser remoto via Comunidade Acadêmica Federada (CAFe). Atualmente, o Portal de Periódicos disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional, por meio de um acervo com mais de 36 mil periódicos e 250 mil livros eletrônicos. Também oferece 130 bases referenciais, 12 bases de patentes (invenções certificadas), além de enciclopédias e obras de referência, estatísticas, normas técnicas, bancos de teses e dissertações, e conteúdo audiovisual.

Revista Medievalis

A Revista Medievalis (ISSN:2316-5442) convida a todos os interessados para conhecerem a submissão de artigos e resenhas com temática centrada na Idade Média para o volume 6 (2014/II), cujo lançamento on line está previsto para março de 2015.A revista Medievalis, do Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Literatura da Idade Média (NIELIM), tem por objetivo ser uma publicação acadêmica voltada para pesquisas ligadas ao medievo de forma interdisciplinar. Com periodicidade semestral e reunindo áreas como a Literatura, a História, a Filosofia, entre outras, busca-se um olhar múltiplo e enriquecedor que dialogue com ampla abrangência de pesquisadores e centros de pesquisa sobre a Idade Média.  Os artigos devem ser enviados para o e-mail medievalis@nielim.com impreterivelmente até 15 de fevereiro de 2015. Maiores informações e normas para a publicação são encontradas aqui.

Bate-papo

Conversas ativas

Desconectado (4 online)

    Desconectado

    Você está desconectado do bate-papo. Conecte-se para entrar no bate-papo.

    Suspenso do bate-papo

    Neste momento, há várias pessoas conversando sobre história. Para entrar na conversa, você precisa ser membro da rede.

    Faça aqui o seu cadastro!

    café expresso notícias

    Igreja submersa volta a aparecer por causa da estiagem, em Petrolândia

    Petrolândia, em PE, teve cidade inundada para construção de hidrelétrica. Seca tem afetado fruticultura irrigada e piscicultura do município do Sertão

    Há 26 anos a velha cidade de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, foi inundada para a construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga. Após a inundação, apenas o topo da Igreja do Sagrado Coração de Jesus ficou visível. Hoje, por conta da estiagem, o volume do Lago de Itaparica reduziu e praticamente metade da estrutura do templo pode ser visualizada. As algarobas ao redor da construção também podem ser vistas, bem como uma caixa d'água de uma escola da velha cidade. A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) informa que o volume útil da barragem atualmente é de aproximadamente 16%. No último período chuvoso, o armazenamento máximo do reservatório de Itaparica foi de 44,3%.

    Vestígios do antigo nível das águas na Igreja do Sagrado Coração de Jesus em Petrolândia antes da estiagem podem ser percebidos (Foto: Paula Cavalcante/ G1)

    A situação prejudica as principais atividades econômicas do lugar. A agricultura, baseada na fruticultura irrigada, registrou uma baixa na produção. Dos aproximadamente 2.000 agricultores, praticamente todos têm a terra, porém não estão plantando mais nada. "As estações de bombeamento dos perímetros irrigados já não conseguem captar a água suficiente para atender a demanda dos plantios que existem. Isso já paralisou a produção do município e apenas fruteiras que já estavam produzindo continuam a produção", explica ao G1 o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Pesca, Rogério Viana. Para a agricultora Joana Nogueira fica a tristeza de não poder continuar o cultivo. "Tenho minha propriedade e sou impedida de plantar no meu próprio lote porque não é garantido a água", conta.

    Na piscicultura, os pescadores tiveram que se adaptar ao novo nível da água. Segundo o secretário, 90% do que se produz de peixe é em tanques, redes ou gaiolas que são colocadas dentro do lago. Esses equipamentos são colocados em lugares pré-determinados pela Agência Nacional de Águas (ANA). Porém, por causa da estiagem, eles precisam ser levados para locais de maiores profundidades, que tenham mais oxigênio. Com isso, os custos da produção são elevados e muitos peixes não se adaptam e morrem. "Antes quando ela [barragem] tava cheia, nós pegava até uma tonelada de peixe aqui. Por semana. E hoje em dia para você pegar 150 quilos dá trabalho para você pescar. Nós pegamos 150 quilos agora, no período de uma semana", lamenta o pescador Reginaldo Campos dos Santos. Tô pedindo a Deus que é para que o lago encha de novo que é para nós pegar mais peixer de novo, né?", desabafa.

    Clique aqui para continuar lendo. 

    Fonte: G1


    Outras notícias

    Chapéu de Napoleão foi vendido por quase 2,5 milhões de dólares

    Primeira Guerra: a história do telegrama que envolveu México e EUA

    Justiça argentina condena 15 à prisão perpétua por tortura na ditadura

    Publicação dos diários de Heidegger aprofunda debate sobre nazismo

    Gestão eletrônica de arquivos digitais é tema de fórum 

    Fale Conosco

    Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

    Nosso email: cafehistoria@gmail.com

     
     
     

    Links Patrocinados

    EVENTO EM DESTAQUE

    Cine História

    Uma promessa

    Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme franco-belga "Uma promessa", de Patrice Leconte. 

    Sinopse: Alemanha, 1912.  Um jovem diplomata (Richard Madden) ingressa no serviço administrativo de uma usina siderúrgica. Por conta do seu bom trabalho, seu patrão (Alan Rickman) o contrata para o posto de secretário particular. Conforme os dias passam, ele conhece e se aproxima da esposa (Rebecca Hall) do chefe, apaixonando-se perdidamente por ela. Ele recebe a missão de ir ao México repentinamente e, ao anunciar sua partida, a mulher entra em desespero, realizando que ambos se amam. Sendo assim, fazem uma promessa de amor: um dia ele irá retornar e os dois finalmente ficarão juntos.

    café história acadêmico

    Arte: Leia, na íntegra e gratuitamente, o livro “A Era de Caravaggio.

    Parceiros


    Política de Privacidade

    Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

    Atenção!

    O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

    © 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

    Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

    body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }