links patrocionados

dicas de junho

CURTA O CAFÉ NO face

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar um vídeo
  • Exibir todos

Parceria: NIEJ-UFRJ

Membros

 

mural do historiador

Congresso de Viena

A Revista de História da Biblioteca Nacional de julho traz um especial sobre os 200 anos do Congresso de Viena. Manifestação política em reação à Revolução Francesa, o Congresso redefiniu o desenho político da Europa e foi um marco na geopolítica mundial. Apesar de retroceder em alguns pontos as conquistas revolucionárias, o Congresso não conseguiu impedir o avanço dos ideais liberais que varreriam a Europa na segunda metade do século XIX. O encontro serviu também de origem ao Direito Internacional.

Faces da História

Acaba de ser publicado mais um número da revista Faces da História. Segundo os organizadores, "o amplo leque de possibilidades na abordagem de um território tão vasto se reflete nos artigos que compõe o dossiê, os quais traçam recortes que privilegiam a multiplicidade geográfica, política, social, cultural e mental do continente americano, contemplando os mais variados e espaços, utilizando-se de inúmeras fontes, metodologias e teorias. O dossiê "O Lugar sem limites: América Latina em perspectiva" já está online! Confira clicando aqui. A revista aproveita para informar que está recebendo artigos para o nosso próximo dossiê "Olhares sobre o Medievo: fronteiras e problemas".

BIBLIOGRAFIA COMENTADA

NOVA COLUNA

26/05/2015

No círculo íntimo de Hitler

Setenta anos após o término da Segunda Guerra Mundial, o mercado editorial testemunha profusão de livros que buscam entender Hitler através de pessoas que viveram ao seu redor. 

No final dos anos 1980, dois historiadores-biógrafos escreveram: “ainda não terminamos com Hitler”. Setenta anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, podemos concluir que a afirmativa continua de pé: nas prateleiras das livrarias dedicadas ao tema, o Führer ainda é o assunto predominante em livros escritos por jornalistas, historiadores e memorialistas. Até aí, contudo, nada demais. Desde o final da guerra, Hitler tem sido objeto de incontáveis trabalhos. Já se tentou desvendar sua mente através de análises psicológicas e já se explorou a sua relação com a arte, a música e a religião. Muito foi falado também sobre sua oratória, sua formação política e seus projetos de nação. Mas o que tem surgido recentemente e em grande profusão – quase como uma tendência – são os relatos da vida cotidiana de Hitler. Como ele era no dia a dia? O que fazia, falava, comia, gostava? Como lidava com as pessoas? Quais eram os seus medos? Tinha algum hobby em especial? Quem responde tais perguntas são homens e mulheres que serviram Hitler de perto, que testemunharam (ou que afirmam ter testemunhado) a sua vida íntima. É como se o leitor fosse levado a espiar pelo buraco da fechadura. Clique aqui para continuar lendo. 

LINKS PATROCINADOS

Bate-papo

Conversas ativas

Desconectado (1 online)

    Desconectado

    Você está desconectado do bate-papo. Conecte-se para entrar no bate-papo.

    Suspenso do bate-papo

    Neste momento, há várias pessoas conversando sobre história. Para entrar na conversa, você precisa ser membro da rede.

    Faça aqui o seu cadastro!

    café expresso notícias

    Arqueólogo diz ter encontrado tesouro de pirata famoso em Madagascar

    Barra de prata de 50 quilos seria do barco Adventure Galley do capitão William Kidd.

    Uma equipe de exploradores americanos recuperou nesta quinta-feira, 7 de maio, uma barra de prata de 50 quilos que pode ser do tesouro naufragado de um famoso pirata escocês do século XII, William Kidd.O chefe da expedição, Barry Clifford, diz que se trata de uma “prova irrefutável” do tesouro do barco Adventure Galley.
     
    Ele relata que sua equipe descobriu 13 navios na baía dos piratas, na ilha Santa María, no nordeste da Madagascar, e passou a se dedicar em dois deles durante dez semanas: o Fire Dragon e o Adventure Galley.

    William Kidd nasceu em Greenock, na Escócia, em 1645, e morreu enforcado em Londres em 1701. Os caçadores de tesouros do mundo inteiro buscavam suas pilhagens há anos.

    Fale Conosco

    Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

    Nosso email: cafehistoria@gmail.com

    Atenção!

    O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

     
     
     

    Links Patrocinados

    EVENTO EM DESTAQUE

    café história acadêmico

    FIFA: Na última semana, o escândalo envolvendo a FIFA, entidade máxima do futebol, ganhou o noticiário internacional. Neste sentido, o Café História sugere a leitura da tese de doutoado de Sérgio Settani Giglio, da USP, intitulada "COI x FIFA: a história política do futebol nos jogos olímpicos". Esta tese, segundo o autor, trata da constituição do campo esportivo (BOURDIEU, 1983) do futebol nos Jogos Olímpicos. Clique aqui para conferir. 

    bibliografia comentada

    Cine História

    Crimes Ocultos

    Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Crimes Ocultos”, do diretor Daniel Espinosa ( “Protegendo o Inimigo”). O filme, que é uma produção entre Estados Unidos, República Tcheca, Reino Unido e Romênia, traz no elenco nomes como Tom Hardy e Gary Oldman.  

    Sinopse: Durante o governo stalinista na União Europeia, um oficial da segurança ouve falar de um país onde o número de assassinatos de crianças é muito alto, a ponto de se considerar a existência de um serial killer. O Estado não quer saber do caso, que pode ter conexões com altos funcionários do governo, e exila o oficial para que ele não possa prosseguir com a análise dos fatos. No entanto, este homem obstinado decide chamar a sua esposa para investigarem o caso por conta própria.

    Parceiros


    Política de Privacidade

    Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

    © 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

    Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

    body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }