LIVROS

dicas de novembro

bibliografia comentada

CURTA O CAFÉ NO face

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos
 

mural do historiador

Revista Epígrafe

A Comissão Editorial da Revista Epígrafe, periódico discente vinculado ao departamento de História da Universidade de São Paulo – USP, comunica a todos e a todas que inicia-se hoje, 18 de março, o período de Chamada de Trabalhos a serem publicados na próxima edição da Revista. Os trabalhos poderão ser enviados até o dia 12 de abril. Mas vale reiterar que a Revista se propõe a contemplar apenas trabalhos realizados por estudantes de graduação! Para conhecer as normas de publicação, os prazos de envio e as seções nas quais os trabalhos podem inserir-se, acesse a página da revista aqui

Semana de História

Acontece entre os dias 4 a 8 de maio a XXII Semana de História da FURB - Universidade Regional de Blumenau-SC. Este ano, a semana conta com dez simpósios temáticos, que abrangem as mais variadas temáticas, além de palestras, minicursos e muito mais. As inscrições vão até o dia 12/04. A apresentação de alunos em formação, seja qual for o nível (graduação, mestrado, doutorado) em simpósios temáticos é permitida e muito bem vinda. Além disto, todos os apresentadores contarão com publicação de resumos nos anais do evento. Confira a programação completa e as regras para submissão no site do evento, que pode ser acessado clicando aqui.

Bate-papo

Conversas ativas

Desconectado (4 online)

    Desconectado

    Você está desconectado do bate-papo. Conecte-se para entrar no bate-papo.

    Suspenso do bate-papo

    Neste momento, há várias pessoas conversando sobre história. Para entrar na conversa, você precisa ser membro da rede.

    Faça aqui o seu cadastro!

    café expresso notícias

    Historiador Evaldo Cabral de Mello tomará posse na ABL no final desta semana

    O diplomata, historiador e escritor pernambucano Evaldo Cabral de Mello, 78, tomará posse na cadeira 34 da Academia Brasileira de Letras (ABL) na próxima sexta-feira (27/3), às 21 horas, no tradicional prédio da entidade, o Petit Trianon.

    De acordo com a Agência Brasil, durante a posse, o professor e escritor Eduardo Portella fará a recepção em nome da Academia. Depois do discurso do novo imortal, o presidente da ABL, Geraldo Holanda Cavalcanti, convidará o decano para a entrega da espada. A aposição do colar ficará a cargo do acadêmico Alberto da Costa e Silva, e a entrega do diploma por Alberto Venancio Filho.
    (Foto: Tomás Rangel/Folhapress)

    Mello foi eleito em 23 de outubro do ano passado para suceder o romancista, cronista, jornalista e tradutor João Ubaldo Ribeiro, que morreu no dia 18 de julho. Em 2014, a Academia perdeu, além de Ubaldo, Ivan Junqueira e Ariano Suassuna. Para a vaga de Junqueira, foi eleito o poeta maranhense Ferreira Gullar, enquanto Zuenir Ventura ocupa a cadeira de Suassuna.

    Considerado um dos mais destacados historiadores brasileiros, Evaldo Cabral de Mello nasceu em 1936, no Recife (PE), e atualmente vive no Rio de Janeiro (RJ). Ele é irmão do também poeta João Cabral de Mello Neto (1920-1999), que entrou para a ABL em 1968, e primo do sociólogo e escritor Gilberto Freyre (1900-1987).Na carreira de diplomata serviu embaixadas do Brasil em Washington, Madri, Paris, Lima e Barbados, nas missões do país em Nova York e Genebra e nos consulados gerais em Lisboa e Marselha, na França.Como historiador, dedicou-se à história regional e do tempo do domínio holandês em Pernambuco, no século XVII, que serviu de base para sua primeira obra: "Olinda Restaurada" (1975), de outros livros, como "Rubro Veio (1986), "O Negócio do Brasil" (1998) e "Nassau, Governador do Brasil Holandês" (2006).

    Fonte: Portal Imprensa


    Outras notícias

    Suicídios contaminaram Alemanha nos dias finais da Segunda Guerra

    Arqueólogos estudam esqueletos em construção de linha férrea em Londres

    O Rio aos 450 anos: Historiadores apontam perdas e conquistas

    "Ainda tenho pesadelos", diz sobrevivente 70 anos após o fim do Holocausto

    Fale Conosco

    Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

    Nosso email: cafehistoria@gmail.com

    Atenção!

    O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

    Membros

     
     
     

    Links Patrocinados

    EVENTO EM DESTAQUE

    café história acadêmico

    Ditadura e D.Pedro 1: A ditadura Militar reabilitou D.Pedro I. É o que afirma a historiadora Janaína Cordeiro, que acaba de lançar o livro “A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento”, pela FGV. Confira a entrevista com Cordeiro, acima.  

    Cine História

    Mapa para as estrelas

    Acaba de chegar aos cinemas brasileiros o elogiado “Mapa para as estrelas”, de David Cronenberg (“Cosmópolis”, “Um Método Perigoso”), estrelado com Julianne Moore.

    Sinopse: Agatha Weiss (Mia Wasikowska) acabou de chegar a Los Angeles e logo conhece Jerome Fontana (Robert Pattinson), um jovem motorista de limusine que sonha se tornar ator. Eles começam a sair juntos e flertar um com o outro, por mais que Agatha mantenha segredo sobre seu passado. Não demora muito para que ela comece a trabalhar para Havana Segrand (Julianne Moore), uma atriz decadente que está desesperada para conseguir o papel principal da refilmagem de um sucesso estrelado por sua mãe, décadas atrás. Paralelamente, o garoto Benjie Weiss (Evan Bird) enfrenta problemas ao lidar com seu novo colega de elenco, já que é a estrela principal de uma série de TV de relativo sucesso. Entretanto, como esteve internado recentemente, está sob a atenção especial de sua mãe (Olivia Williams) e dos produtores da série, que temem um escândalo.

    Parceiros


    Política de Privacidade

    Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

    Parceria: NIEJ-UFRJ

    © 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

    Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

    body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }