LINKS PATROCINADOS

Fórum

Formação Capitalismo no Brasil

Iniciado por Mauricio Gonçalves Margalho em História Econômica. Última resposta de JOÃO BATISTA VALE JÚNIOR segunda-feira. 1 Resposta

O que é o califado islâmico?

Iniciado por Lúcio Emílio do Espírito Santo em Não-categorizado. Última resposta de Fernando Pinto da Silva 25 Out. 10 Respostas

dicas de setembro

bibliografia comentada

Membros

CURTA O CAFÉ NO face

Vídeos

  • Adicionar um vídeo
  • Exibir todos

curta o café no face

Parceria: NIEJ-UFRJ

 

Café História TV

mural do historiador

Revista Manguinhos

A nova edição da revista História, Ciências, Saúde - Manguinhos já está disponível na intetnet. Este novo número da revista traza temática original “Oceanos e mares: histórias, ciências e políticas”, reunindo onze artigos que abordam desde os relatos escritos pelo comandante Robert FitzRoy, do HMS Beagle (o mesmo navio das viagens do naturalista Charles Darwin), em sua passagem pelo Brasil ao mito do Kraken, um “monstro” que assombrava navegadores entre a Noruega, a Islândia e a Groenlândia, mais tarde identificado por cientistas como um tipo de lula-gigante pertencente ao gênero Architeuthis. Veja aqui.
Revista Historien

O Colegiado de História da Universidade de Pernambuco - Campus Petrolina torna público a décima edição da Historien (2177-0786) que tem como dossiê o tema "Revisitando a América Portuguesa: Redes de Poder, Sociabilidades e Trajetórias", com artigos de pesquisadores de diversas Instituições espalhadas pelo Brasil. Ainda nesta edição, contamos com uma entrevista com o Prof. Ronaldo Vainfas. Para ler os textos, cliqueaqui. A publicação lembra ainda aos seus leitores que permanece aberta a Chamada de Colaborações para a décima primeira edição, cujo dossiê será "História dos Sertões no Brasil: Novas perspectivas e novas abordagens". Salientando que além de artigos para o dossiê, são recebidos textos para a Seção de Artigos Livres e Resenhas. As normas podem ser consultadas aqui

Bate-papo

Conversas ativas

Desconectado

    Desconectado

    Você está desconectado do bate-papo. Conecte-se para entrar no bate-papo.

    Suspenso do bate-papo

    Neste momento, há várias pessoas conversando sobre história. Para entrar na conversa, você precisa ser membro da rede.

    Faça aqui o seu cadastro!

    café expresso notícias

    Publicação dos diários de Heidegger aprofunda debate sobre sua ligação com o nazismo

    “É por isso, provavelmente, que a polêmica contra mim se reacende sempre que houver um pretexto”. Assim o filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976) se defendia em uma entrevista concedida em 1966 à revista alemã “Der Spiegel” das fortes acusações do livro de Alexander Schwan sobre sua passagem pelo Partido Nacional-Socialista. Por conta dessa mancha profunda em sua biografia, a discussão sobre o passado de Heidegger costumava ficar no campo do ataque contra defesa, ou das conclusões apressadas contra interpretações apologéticas, numa relação quase sempre clubística ou plebiscitária. Ficava, até a publicação na Alemanha dos chamados “Cadernos negros”, em março deste ano.

    Este lançamento, seguido de dois livros escritos pelo editor dos “Cadernos negros”, o também filósofo alemão Peter Trawny, deu estofo teórico e documental para que a discussão se aprofunde. Contudo, também reacendeu uma vez mais a polêmica do que já é conhecido na comunidade acadêmica como “caso Heidegger”. As razões para essa chama se reavivar são explícitas: nestas anotações pessoais, cheias de especulações filosóficas e referências históricas, aparecem ao menos 12 citações ao povo judeu. Entre essas passagens, há críticas a um modo de pensar e agir que seria característico — mas não exclusivo — dos judeus, como o dom para o cálculo e o fato de não terem raízes em uma terra ou nação. Ambas características são contrárias ao modo de pensar que Heidegger explicitou em seus mais de cem livros escritos.Para discutir os novos desenvolvimentos dessa polêmica, o XIX Colóquio Heidegger convidou para um debate Trawny e outros especialistas na obra do filósofo que influenciou nomes importantes e diversos do século XX: de Jean Paul Sartre a Giorgio Agamben, indo até pensadores de origem judia, como Hannah Arendt, Herbert Marcuse e Jacques Derrida. O evento acontece na Unifesp, em São Paulo, de 23 a 25 de outubro.

    “Judaísmo no mundo”, escreve Heidegger em seu cadernos, “é incontrolável em todos os lugares e não precisa se envolver em ações militares enquanto continua a desdobrar suas influências, ao passo que somos obrigados a sacrificar o melhor sangue dos melhores do nosso povo”.

    Fonte: O Globo


    Outras notícias

    Gestão eletrônica de arquivos digitais é tema de fórum na Casa de Oswaldo Cruz

    Justiça libera a venda de livro que questiona a sexualidade de Lampião

    'Arqueólogo amador', britânico acha 22 mil moedas romanas

    Descoberta de tumba misteriosa anima gregos em meio à crise econômica

    'Sofri tortura psicológica', recorda capitão sobre ditadura militar no RS

    Artigo

    Negacionismo do Holocausto

    Em artigo exclusivo para o Café História, o historiador Ricardo Figueiredo de Castro, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IH/UFRJ), fala sobre um fenômeno político que aparentemente desafia a lógica e a racionalidade: a negação do holocausto.

    Por Ricardo Figueiredo de Castro* 

    Durante os anos 1930 e, especialmente, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o partido e o Estado nazistas empreenderam um processo de marginalização, perseguição e assassinato em massa de milhões de judeus alemães e europeus. 

    Esse processo contou com importantes recursos ideológicos e materiais para a sua realização. Em termos ideológicos, os nazistas utilizaram-se de um nacionalismo que unia numa síntese mística o racismo e a eugenia, e definia que apenas os indivíduos de origem “ariana” poderiam integrar a comunidade alemã.

    Assim, todos aqueles que não cumpriam esses requisitos raciais foram excluídos e perderam a cidadania alemã. Por outro lado, utilizaram-se de todos os recursos materiais do Estado alemão para realizar o objetivo de resolver definitivamente o “problema judaico”, ou seja, eliminar os judeus da Europa, tais como centenas de campos de concentração e de extermínio, milhares de membros da burocracia e agentes policiais e militares do Estado alemão e da famigerada SS (Schutzstaffel), ferrovias, trens, combustível, bem como grandes recursos financeiros. [Leia +]

    Atenção!

    O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

    Fale Conosco

    Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

    Nosso email: cafehistoria@gmail.com

     
     
     

    Links Patrocinados

    Cine História

    Relatos Selvagens

    Acaba de chegar aos cinemas brasileiras a produção argentina “Relatos Selvagens”, dirigida por Damián Szifron e com Ricardo Darín como protagonista.

    Sinopse: Diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. Uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle.

    café história acadêmico

    Revolução Mexicana: confira, na íntegra, o artigo “A Revolução na encruzilhada: uma análise da arte revolucionário do muralismo mexicano a partir da imagem: “O Homem Controlador do Universo”, de Diego Rivera, do historiador Rafael Hansen Quinsani, da UFRGS. 

    EVENTO EM DESTAQUE

    Parceiros


    Fotos

    Carregando...
    • Adicionar fotos
    • Exibir todos

    Política de Privacidade

    Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

    © 2014   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

    Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

    body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }