links patrocionados

Fórum

Por que não estou vendo história na universidade como via na escola?

Iniciado por Lania Pinto da Fonseca em Historiografia. Última resposta de Lúcio Emílio do Espírito Santo ontem. 2 Respostas

Dicas de livros sobre História do Brasil

Iniciado por André Gustavo Bezerra Sabino em Historiografia. Última resposta de André Gustavo Bezerra Sabino ontem. 2 Respostas

dicas de agosto

CURTA O CAFÉ NO face

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar um vídeo
  • Exibir todos
 

mural do historiador

O lugar do historiador: evento

A VII Semana de História da Uiversidade de Pernambuco, Campus Garanhuns, tem como tema "O lugar social do Historiador: aproximações locais". Durante a semana o evento  irá oferecer palestras, minicursos, simpósios, apresentações culturais, oficinas, exibição de curtas e muito mais. Promovido pelo centro acadêmico de História o evento terá lugar de 31/08 à 05/09. Os valores da inscrição variam conforme a modalidade escolhida e a data a ser efetuado o depósito. Após o dia 15 de agosto, os valores serão acrescidos de R$ 5,00. E aí, interessou? Para conferir ver a programação completa do evento e saber como participar, clique aqui.  

Homossexualidades

A Revista de História da Biblioteca Nacional de agosto traz um especial sobre a conquista de Ceuta por Portugal. A tomada da cidade africana, que completa 600 anos esse mês, transformou-se em evento inaugural dos grandes descobrimentos e do expansionismo português. “O interesse dos reinos da Península Ibérica pelos territórios africanos existia desde pelo menos o século XIII: tanto para o mero comércio, saque e corso (quando uma autoridade política autorizava atos análogos à pirataria), quanto em pretensões expansionistas, baseadas na ideia cada vez mais difundida de reconquista de territórios mouros em terras africanas”, escreve a pesquisadora Kátia Brasilino Michelan, autora do artigo “O Atlântico começa em Ceuta”.

BIBLIOGRAFIA COMENTADA

LINKS PATROCINADOS

Bate-papo

Conversas ativas

Desconectado (2 online)

    Desconectado

    Você está desconectado do bate-papo. Conecte-se para entrar no bate-papo.

    Suspenso do bate-papo

    Neste momento, há várias pessoas conversando sobre história. Para entrar na conversa, você precisa ser membro da rede.

    Faça aqui o seu cadastro!

    café expresso notícias

    Estado Islâmico destrói templo romano do Século I na Síria

    Diretor de museus da Síria pediu ajuda internacional para retirar os terroristas de Palmira antes que a cidade desapareça.

    Os terroristas do Estado Islâmico voltaram a destruir um patrimônio da humanidade. Desta vez, foi um templo romano, numa cidade síria que eles invadiram em maio.O que o vídeo mostra não existe mais. Ainda não há imagens da destruição, mas autoridades sírias confirmaram que os terroristas do Estado Islâmico explodiram o templo de Baalshamin, que tinha quase dois mil anos. Um tesouro histórico.

    O templo fica em Palmira, na Síria, considerado um patrimônio da humanidade pela Unesco, que na segunda-feira (24) classificou a ação como "um crime de guerra".A destruição foi uma semana depois de os terroristas decapitarem o arqueólogo Khaled al-Asaad. Ele se recusou a contar onde enterrou algumas relíquias da cidade para evitar que fossem destruídas.

    O diretor de museus da Síria pediu ajuda internacional para retirar os terroristas de Palmira antes que a cidade desapareça. Especialistas dizem que o Estado Islâmico quer destruir Palmira aos poucos, para ter tempo de roubar e vender seus tesouros, provocar choque e indignação a cada monumento arrasado e usar a cidade, por enquanto, como refúgio temporário, já que ninguém, além dos terroristas, teria coragem de bombardear um lugar histórico.

    Dois templos de Palmira e monumentos no Iraque já tinham sido destruídos. Cenas como essas devem se repetir.

    Membros

     
     
     

    Links Patrocinados

    EVENTO EM DESTAQUE

    café história acadêmico

    Oficina: Estão abertas até 25/09 as inscrições para a 6.a edição do Curso de Extensão Oficina de Produção de Trabalhos Acadêmicos oferecido pela PUCRS. Trata-se de um curso 100% EAD, de 60 h/a. Confira mais:

    bibliografia comentada

    Parceiros


    Política de Privacidade

    Para ler nossa "Política de Privacidade", clique aqui.

    Atenção!

    O Café História respeita a opinião de todos nos mais diversos espaços da rede. Reserva-se, no entanto, o direito de suspender textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Da mesma forma, o Café História poderá suspender membros que publiquem este tipo de conteúdo. Se identificar algum conteúdo ofensivo ou comportamentos inadequados, por favor notifique-nos: cafehistoria@gmail.com

    Fale Conosco

    Encontrou alguma mensagem racista, preconceituosa ou ofensiva no Café História? Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajuda-lo(a):

    Nosso email: cafehistoria@gmail.com

    © 2015   Criado por Bruno Leal.   Ativado por

    Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

    body, .xg_reset .xg_module_body { line-height: 1.3; }